Topo
pesquisar

Democracia e Oligarquia

Sociologia

Ao longo do tempo, as civilizações foram responsáveis pela criação de diferentes formas de governo. No mundo contemporâneo, principalmente no que se refere ao Ocidente, existe um grande consenso de que o regime democrático ou democracia seja a melhor e mais justa maneira de organização política já criada. Tal concepção se sustenta, principalmente, na ideia de que o sistema democrático seja mais justo e defenda os princípios de liberdade e igualdade entre os homens.

Reconhecendo a democracia como o “governo do povo”, acabamos determinando que outras formas de governo sejam menos eficientes e justas. Entre essas outras formas, a oligarquia é um dos modelos que mais se claramente distancia do regime democrático. Afinal de contas, como mesmo diz a sua acepção original, a oligarquia apresenta o “governo de poucos” ou o “governo de uma minoria”. Em muitos casos, essa minoria se confunde com as elites políticas e econômicas de um país ou território.

Apesar de aparentarem como opostos, oligarquia e democracia são regimes que podem se interpenetrar em algumas situações. Na história do Brasil, por exemplo, vemos que na República Oligárquica a distribuição e a autonomia dos poderes – típicos em uma democracia – conviviam com artimanhas fraudulentas que preservavam os cargos políticos nas mãos de uma reduzida elite agroexportadora. Dessa forma, podemos notar a coexistência de elementos democráticos e oligárquicos em um mesmo regime.

Ao contrário do que muitos pensam, a ideia de democracia como o governo de uma maioria não nasceu na Grécia Antiga. Em Atenas, o direito ao voto era reservado a uma parcela de cidadãos que não correspondia à maioria dos moradores daquela antiga cidade. Por outro lado, também podemos hoje notar que muitas democracias são rodeadas por sérios problemas. Não raro, os representantes eleitos pelo povo, pela maioria, atuam politicamente em favor de uma abastada minoria.

Pontuando esses exemplos e análises, percebemos que democracia e oligarquia correspondem a um valor de oposição apenas no campo das teorias. Na prática, os cidadãos devem estar sempre alertas para que um governo de aparências democráticas não avilte o poder a ele concedido por ações escusas e que respondem ao anseio de um único grupo social. Afinal de contas, mais do que uma forma de governo, a democracia é uma experiência dinâmica e sempre inacabada.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Luís Victorquinta-feira | 17/10/2013 20:23Hs
    Muito bom!!
  • webertsábado | 22/06/2013 00:09Hs
    bom ...............
  • Wallisonsábado | 09/10/2010 10:24Hs
    Acho particularmente que a democracia tal como a desejamos e o mundo precisa ter,é justamente aquela onde as pessoas têm um compromisso mais ativo com a vida,e com os príncipios cristãos,como o da justiça que o cristo recomendou para nós fazermos aos outros o que quereríamos que nos fizessem,e nunca fazer aos outros o que nunca quereríamos que nos fizessem.Temos em muitos lugares é plutocracia,governo dos ricos,que muitas vezes tem escassa noção de respeito ao ser humano.Para que o mundo tenha DEMOCRACIA,é preciso que todos façamos nossa parte em sermos pessoas melhores,para o mundo sempre ser um bom um mundo para se viver;e CRISTIANISMO SEMPRE.
  • Flor de Maria Barbosa Diasquinta-feira | 20/05/2010 09:40Hs
    A divisão social do trabalho está ligada ao sistema de produção e ´só pode ser copreendida através da análise da sua estrutura.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos da língua inglesa.
CURSO DE INGLÊS
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de geografia.
CURSO DE GEOGRAFIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de história.
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação