Topo
pesquisar

Crime organizado

Sociologia

As atividades criminosas que requerem grande coordenação entre aqueles que participam de suas ações são chamadas de “Crime Organizado”.

A definição literal de crime é a de todo comportamento desviante que quebre ou infrinja o código de leis escritas vigentes de uma nação. Comumente no referimos às ações cometidas por um ou um pequeno grupo de indivíduos, com pouca ou nenhuma preparação, aproveitando-se de um momento específico e tendo em vista um proveito imediato e, geralmente, em pequena escala.

No entanto, podemos observar a existência organizações e grupos que se estabelecem na prática do crime com tamanho preparo e maestria que, em alguns casos, conseguem se passar por organizações legítimas. Esses são os grupos dedicados a atividades criminosas que integram a categoria de “crime organizado”. Desses, o exemplo mais utilizado ao nos referirmos a esse tipo de crime é o do tráfico de drogas, contudo não é o único. Atividades como o jogo ilegal, mercado de contrabando e roubos em larga escala são todas atividades criminosas que requerem grande preparação e cooperação das pessoas envolvidas para que possam se estabelecer; e essa é a principal característica do crime organizado: a cooperação sistemática entre as partes envolvidas.

O exemplo clássico de um grupo organizado voltado para a prática de atividades ilegais é a famosa máfia italiana, que esteve ativa entre os anos de 1930 e 1960. O grupo criminoso era formado por famílias de imigrantes italianos que chegavam aos Estados Unidos e que já tinham, anteriormente, a ideia de grupo “familiar” formada. Um dos grupos mais famosos se denominam “Cosa nostra”, que ainda existe e atua no mundo criminoso dos Estados Unidos.

A violência está intimamente ligada ao mundo do crime organizado, sendo uma das ferramentas utilizadas para a manutenção de sua existência. A cooperação de órgãos institucionais, seja pela omissão ou pela corrupção, também é um fator determinante.

É parte do senso comum relacionar o crime e a sua incidência à realidade econômica e ao nível educacional de uma região ou de um indivíduo. Entretanto, muito embora estejam relacionados e possam se tornar um dos agravantes da incidência de atos criminosos em uma região, não são fatores determinantes. Os chamados “crimes de colarinho branco” são geralmente cometidos por indivíduos altamente especializados com alto nível de educação formal. Possuem contato direto com meios ou pessoas influentes nos cenários políticos e econômicos, e por isso conseguem manipular regras institucionais em benefício próprio.

A lavagem de dinheiro é uma das atividades mais comuns dentro do mundo do crime organizado
A lavagem de dinheiro é uma das atividades mais comuns dentro do mundo do crime organizado

A “lavagem de dinheiro” é uma das principais atividades ligadas ao crime organizado. Ela consiste na troca do dinheiro “sujo” obtido por meio do crime, por investimentos em fontes de renda “limpa” e legais. Ou seja, o dinheiro obtido ilegalmente é usado em investimentos legais, de forma que o grupo criminoso continua obtendo rendimentos com o dinheiro “sujo”, mas sem os riscos ligados ao crime.


Por Lucas Oliveira
Graduado em Sociologia

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos da língua inglesa.
CURSO DE INGLÊS
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de geografia.
CURSO DE GEOGRAFIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de história.
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação