Topo
pesquisar

As leis no judaísmo

Religião

PUBLICIDADE

Quando observamos a longa existência e a unidade existente entre os judeus, temos a impressão de que os praticantes dessa religião são submetidos a uma lógica de subserviência bastante rígida. Apesar de lógica, essa impressão se distancia radicalmente de todo um comportamento religioso que se arraigou ao longo dos anos por meio da discussão das leis e o aprimoramento delas.

Uma antiga antilenda judaica conta que, na realização dos Dez Mandamentos, o Criador teria oferecido a diversas nações do mundo a oportunidade de se guiarem por intermédio daqueles preceitos determinados. A cada vez que um povo reclamava de uma proibição, a divindade eliminava a possibilidade de estabelecer um pacto com aquele povo. Assim, quando se apresentou a Israel, a fúria divina ergueu uma montanha sobre a cabeça dos judeus que seria arremessada sobre eles, caso não aceitassem as leis.

Por mais impositiva que seja essa narrativa lendária, observamos que os judeus têm um cuidado muito especial com as leis que definem suas tradições e com a obediência a rituais litúrgicos. Segundo eles mesmos costumam dizer, todo judeu tem a obrigação de colocar uma cerca em volta da Torá, o mais importante livro sagrado dos judeus. Mais que um sentido de proteção, essa postura sugere que os judeus devam observar a aplicação de suas leis em função das diversas situações cotidianas.

Um exemplo disso pode ser notado em relação a uma exigência que proíbe os judeus de consumirem a carne de um animal com o leite da mãe desse mesmo animal. Entretanto, para que o princípio não seja deturpado, ele não realiza o consumo da carne de um animal que seja preparada com qualquer outro ingrediente obtido do ser que lhe deu a vida. Dessa forma, as regras da Torá acabaram sendo acrescidas de várias considerações que envolvem um extenso grupo de recomendações transmitidas oralmente.

Se alguma das orientações estabelecidas gera dúvida ou a adoção de um comportamento inédito, os judeus se embrenham em uma longa discussão voltada para a observância correta dos preceitos que fundamentam a sua unidade cultural e religiosa. Com isso, notamos que a relação dos judeus com as suas leis incorporam um sentido de abnegação que se equilibra junto à reflexão e ao debate sobre o proceder de seus praticantes.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Equipe Brasil Escola

Judaísmo - Religião - Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Lucas da silva costasegunda-feira | 01/09/2014 09:03Hs
    É um excelente site, encontrei tudo o que eu estava procurando!!!! Recomendo...
  • Carlasegunda-feira | 19/05/2014 19:09Hs
    gostei do texto :3
  • Valerianadomingo | 04/08/2013 12:10Hs
    Sobre o judaísmo existe os velhinhos orientadores?
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de ciências para crianças.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre redação
CURSO DE REDAÇÃO
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
CURSO DE HISTÓRIA
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação