Topo
pesquisar

Releitura, você como outra pessoa!

Redação

PUBLICIDADE

Poucos são os que releem seus textos e ao deixarem de fazer isso perdem credibilidade junto ao público leitor e, muitas vezes, pontos, no caso do processo seletivo.

Isso ocorre porque é no momento da releitura que o escritor analisa seu texto e o avalia de acordo com seus critérios e sua individualidade cultural.

Para que o processo de reler sua produção se torne mais agradável, imagine a seguinte situação: Você é outra pessoa, um leitor que um dia estava passando perto de uma banca e comprou uma revista ou jornal que continha seu texto.

A partir desse momento, você deve pensar: Será que leria meu texto se o visse em um jornal? Será que meu título e tema estão chamando a atenção? Será que os parágrafos estão compreensíveis? Fui claro e objetivo?

Se tivesse feito a releitura, provavelmente você não se preocuparia tanto, pois teria noção de como ficou o todo textual!

Quando reler seu texto, coloque-se na condição daquele leitor acima e acrescente o fato de que ele não saiba nada sobre o assunto tratado. Dessa forma, todas as informações devem estar esclarecidas, a linguagem clara, os termos simples. Tudo para que o interlocutor entenda claramente o que você quis dizer.

Além disso, você se preocupará se os períodos estão muitos extensos, se faltam vírgulas, pontos finais e se as palavras foram usadas corretamente! É melhor empregar termos mais habituais do que tentar colocar “palavras difíceis”, com a intenção de parecer erudito! Também é muito comum em redações, ideias expostas da mesma maneira que surgem na mente, ou seja, os argumentos aparecem uns emendados aos outros, sem se preocupar com a pontuação. Então, quando muito em meio às vírgulas, surgem aqueles parágrafos enormes e confusos!

Além disso, é na condição de destinatário que o emissor percebe o uso da oralidade no texto: gírias, jargões, expressões absolutistas (atualmente, hoje em dia, nos dias de hoje).

Uma dica é fazer rascunho, pois enquanto você faz a releitura, faz também as correções necessárias!

Se não te atrapalhar, sempre que escrever um parágrafo volte nele e veja se um leitor entenderia o que registrou naquele trecho!

Quer melhorar sua escrita e sua nota? Posicione-se como interlocutor! Quando você se coloca no papel de leitor, sai da condição de escritor e tem olhos mais críticos a respeito do que escreveu!

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • MAYRIS LOPESquinta-feira | 04/04/2013 17:24Hs
    MUITO BOM
  • Carolina F.terça-feira | 02/11/2010 23:26Hs
    Gostei, muito obrigada por essa mãozinha.
  • erissasábado | 23/10/2010 20:01Hs
    melhorei bastante com essa ajuda. obrigado.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de ciências para crianças.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre redação
CURSO DE REDAÇÃO
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
CURSO DE HISTÓRIA
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação