Topo
pesquisar

Propriedades da Matéria

Química

As propriedades da matéria podem ser classificadas de acordo com vários critérios, como, por exemplo, aquelas que são gerais e as que são específicas. Tem também as que não dependem da quantidade da amostra, que são chamadas de intensivas; e as que dependem da quantidade, que são as extensivas.
PUBLICIDADE

Todas as substâncias possuem várias características ou propriedades diferentes. Por exemplo, duas das propriedades da gasolina são: ser líquida à temperatura ambiente e entrar em combustão sob determinadas condições. Essas duas propriedades são muito diferentes entre si, pois o fato de a água estar líquida, sólida ou gasosa não interfere na sua composição. Já quando ela queima, ocorre uma transformação na sua constituição e são produzidos outros materiais e energia.

 

A partir desse exemplo, conseguimos perceber que as propriedades das substâncias podem ser classificadas em grupos diferentes. A seguir veremos quatro desses grupos:

Propriedades Gerais: são aquelas propriedades que não identificam uma substância como diferente das demais, pois ela pode se repetir com outros materiais. Por exemplo, a massa e o volume são propriedades usadas para medir diversos materiais, principalmente para comercializá-los. Portanto, a massa e o volume são propriedades gerais.

 

Propriedades Específicas: são aquelas que não se repetem para mais de uma substância e que podem servir, portanto, para identificá-las. Por exemplo, a temperatura de fusão e de ebulição da água pura, ao nível do mar, é sempre 0°C e 100°C, respectivamente. Veja abaixo os pontos de fusão (PF) e de ebulição (PE) que diferenciam algumas substâncias à pressão de 1 atm:

Tabela de algumas propriedades físicas como ponto de fusão e ebulição.

 

Além dessas citadas, outras propriedades físicas específicas da matéria são: densidade; condutividade térmica e elétrica; e propriedades organolépticas, que são aquelas relacionadas aos sentidos, como cor, cheiro, textura e sabor. As propriedades organolépticas não são confiáveis, pois além de algumas vezes nos enganarmos ou discordarmos quanto à cor, por exemplo, é também muito perigoso para a saúde cheirar, tocar e ingerir substâncias desconhecidas.

Propriedades Intensivas: essas propriedades não dependem da quantidade de material contida na amostra. Por exemplo, a densidade do gelo não muda se o seu volume for maior. É por isso que um cubo de gelo e um iceberg flutuam na água, independentemente do seu tamanho. A temperatura também é uma propriedade intensiva.

 

Propriedades Extensivas: são o contrário das propriedades intensivas, pois dependem da quantidade da amostra. Por exemplo, a energia liberada na combustão aumenta se aumentarmos os combustíveis. Outros exemplos de propriedades extensivas são: massa e volume.

A massa e o volume do gelo são propriedades extenivas, já sua densidade é intensiva, pois independentemente da quantidade de gelo, ele flutua na água


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Danie lOrlandimterça-feira | 31/03/2015 10:26Hs
    muito bom :D
  • raquelquinta-feira | 05/03/2015 20:04Hs
    bom
  • Leonardoquarta-feira | 03/09/2014 19:25Hs
    Me ajudou para a lição que eu tenho para amanha
  • francyaraquinta-feira | 21/08/2014 17:31Hs
    adorei parece que foi eu que fiz ;srsrrs obrigada mesmo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de ciências para crianças.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre redação
CURSO DE REDAÇÃO
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
CURSO DE HISTÓRIA
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação