Topo
pesquisar

Propriedades intensivas e extensivas

Química

As propriedades físicas podem ser intensivas e extensivas. As intensivas não dependem da quantidade da amostra, já as extensivas dependem da quantidade de material.
PUBLICIDADE

As substâncias podem ser analisadas e identificadas de acordo com suas propriedades físicas e químicas. As propriedades químicas estão relacionadas com a capacidade que a substância tem de transformar-se em outra. Já as propriedades físicas são aquelas que são analisadas e coletadas sem que a composição do material se modifique. Alguns exemplos de propriedades físicas são: massa, volume, temperatura, densidade, ponto de fusão, ponto de ebulição, estado físico (sólido, líquido e gasoso) e propriedades organolépticas, tais como cor, cheiro, sabor e dureza.  

As propriedades físicas podem ser classificadas de acordo com a quantidade de amostra em duas categorias:

1. Propriedades intensivas: São aquelas que não dependem da massa da amostra;

Por exemplo, a temperatura é uma propriedade intensiva, pois imagine que coloquemos água para ferver. Se formos medir a temperatura da água, o valor será o mesmo independentemente se colocarmos o termômetro direto na panela com a água ou se o colocarmos em um copo com um pouco dessa água.

A medida da temperatura é uma propriedade intensiva

A densidade é outra propriedade intensiva. Por exemplo, a densidade de um cubo de gelo e de um iceberg é a mesma (0,92 g/cm3, em temperaturas abaixo de 0ºC ao nível do mar), que é menor que a da água (1,0 g/cm3, sob a temperatura de aproximadamente 4ºC e sob pressão ao nível do mar, que é igual a 1,0 atm). Por isso, tanto um cubo de gelo como um iceberg flutuam sobre a água.

A densidade é uma propriedade intensiva

2. Propriedades extensivas: São aquelas que dependem da massa (“extensão”) da amostra.

O volume é um exemplo de propriedade extensiva, pois a massa de 1 kg de algodão ocupará um volume muito maior do que a massa de 1 g desse mesmo material.

A energia liberada em combustões também é extensiva, pois a energia liberada na queima de um palito de fósforo é bem menor do que a energia liberada na queima de vários galhos numa fogueira.

A energia liberada em combustões é uma propriedade extensiva

O interessante é que a densidade, uma propriedade intensiva, é um quociente de propriedades extensivas: o volume e a massa:

Densidade = massa
                    volume

A densidade é invariável, mesmo com a mudança na quantidade de amostra, porque o volume é extensivo. Assim, quando a massa aumenta, o volume aumenta proporcionalmente ou vice-versa. É por isso que a densidade é uma propriedade intensiva.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • tiago martinsquarta-feira | 24/04/2013 20:34Hs
    gostei muito desse artigo. Muito esclarecedor.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação