Topo
pesquisar

Isomeria Espacial

Química

PUBLICIDADE

Isômeros são compostos que possuem a mesma fórmula molecular, mas se diferenciam na fórmula estrutural.
Na Isomeria espacial a diferença das fórmulas estruturais só é perceptível através da análise espacial da molécula. Há dois tipos de isomeria espacial: geométrica (cis-trans ou Z-E) e óptica.

Isomeria geométrica: os compostos abaixo são classificados como isômeros geométricos em virtude de suas estruturas espaciais. Só é possível perceber essa isomeria se considerarmos as moléculas num plano imaginário, veja como:

          

   Isômero Cis                    Isômero trans

As ramificações – Cl (na cor verde) estão em posições diferentes na molécula: no isômero cis, elas se posicionam do mesmo lado, e no isômero trans, ocupam lados opostos.

Repare que os isômeros possuem a mesma fórmula molecular como também a mesma fórmula estrutural plana, tendo como fator de diferenciação apenas a fórmula estrutural espacial.

Veja mais um exemplo:


        

Isomeria óptica: está associada ao comportamento das substâncias submetidas a um feixe de luz polarizada obtida quando a luz natural, não polarizada, atravessa um polarizador.

Essa definição “um tanto quanto complicada” traduz a ideia de que algumas substâncias têm a propriedade de desviar o plano de vibração da luz polarizada, elas são, por isso, denominadas de isômeros ópticos.
Como o desvio do plano de vibração pode ocorrer em dois sentidos, temos a classificação:

Isômero dextrogiro (d): desvio para o lado direito
Isômero levogiro (l): desvio para o lado esquerdo

 Aparelho polarímetro: análise de uma amostra dextrogira.

Exemplo de isômeros ópticos: ácidos lácticos


Ácido levoláctico                 Ácido dextroláctico

Ambos provocam o mesmo desvio angular, porém em sentidos opostos. Ao olharmos estas duas estruturas vemos que são fisicamente iguais, mas fisiologicamente e quimicamente são diferentes. Como se faz a distinção entre elas? Como se tratam de isômeros opticamente ativos usamos a classificação dextrogiro e levogiro. As letras “d e l” são usadas na nomenclatura:

Ácido levoláctico → ácido l-láctico: presente na fermentação de açúcares.
Ácido dextroláctico → ácido d-láctico: presente nos músculos.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Isomeria plana
Polaridade dos compostos orgânicos
   

Isomeria - Química Orgânica - Química - Brasil Escola

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • maiara matossexta-feira | 14/02/2014 00:53Hs
    ajudou muito muito!!
  • Marcos Souza Ferreiraquarta-feira | 13/11/2013 00:02Hs
    me ajudol muito obrigaduuuu.
  • pamelaquarta-feira | 04/11/2009 09:37Hs
    falta a explicacao de como formar os nomes dados as estruturas..nomenclaturas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de biologia
CURSO DE BIOLOGIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de italiano
CURSO DE ITALIANO
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
CURSO DE MATEMÁTICA
CURSO DE MATEMÁTICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação