Topo
pesquisar

Diluição de Soluções

Química

A diluição de soluções ocorre quando acrescentamos solvente (geralmente a água) a alguma solução, com isso o volume da solução aumenta e sua concentração diminui, porém a massa do soluto permanece inalterada. Isso é feito, por exemplo, quando diluímos um produto de limpeza antes de usá-lo.

Uma solução é uma mistura homogênea de duas ou mais substâncias. Como, por exemplo, uma solução de sal (soluto) dissolvida em água (solvente).

Definição conceitual de diluição de soluções químicas.

Principalmente em laboratórios químicos e em indústrias, esse processo é muito importante, porque o químico precisa preparar soluções com concentrações conhecidas. Além disso, em atividades experimentais são utilizadas soluções com concentrações bem baixas, assim, uma amostra da solução concentrada é diluída até a concentração desejada.

No dia a dia, várias vezes, até sem perceber, realizamos o processo de diluição de soluções. Por exemplo, a embalagem de produtos de limpeza e higiene doméstica, como desinfetantes, orienta que eles sejam diluídos antes de sua utilização. Alguns fabricantes sugerem nos rótulos do produto que ele seja diluído em água na proporção de 1 para 3, ou seja, para cada parte do produto, devem-se acrescentar 3 partes de água. Isso é feito, pois o produto é muito concentrado e forte, podendo danificar o local onde será aplicado se não for diluído da maneira certa. Por outro lado, se diluir mais do que deveria, pode-se perder dinheiro, porque o produto não atingirá o resultado desejado.

Produtos de limpeza doméstica, como o desinfetante acima, precisam ser diluídos antes do uso, conforme indicado no rótulo.

Outro exemplo é ao fazermos sucos. Os rótulos de muitos sucos concentrados indicam que um copo desse suco deve ser diluído ou misturado a 5 copos de água. Assim, o suco fica “mais fraco”, isto é, menos concentrado.

Imagine que se diluiu um suco desses em 3 L de água. Se a concentração inicial do suco era de 40g/L, significa que tinha uma massa de 40 g para cada litro do solvente. Mas como teremos 3 L, a massa será dividida por 3 e a concentração será então de aproximadamente 13, 33 g/L, ou 13 gramas para cada litro de solução. Porém, na solução inteira ainda permanece a massa do soluto de 40g.

O cálculo dessa nova concentração pode ser feito da seguinte maneira:

Cálculo da concentração de soluções após a sua diluição.

Onde os índices i e f representam, respectivamente, os valores iniciais e finais. Como o valor de m1 não mudou, podemos igualar as equações:

Ci . vi   = Cf . vf

Substituindo os valores que temos, de acordo com o exemplo anterior, observe:

Solução inicial:
Ci: 40g/L
m1: 40g
vi: 1L

Solução final:
Cf: ?
m1: 40g
vf: 3L

Ci . vi   = Cf . vf
(40 g/L) . (1 L) = Cf . 3L
Cf = 40 g /L
             3
Cf = 13,333 g/L

O mesmo raciocínio é válido também para a concentração molar (M) e para a porcentagem em massa de soluto ou título (T):

Mi . vi   = Mf . vf             e              Ti . vi   = Tf . vf


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • taisesegunda-feira | 26/05/2014 20:56Hs
    Muito bom mesmo. Me ajudou bastante para fazer minha prova!
  • ramonaquarta-feira | 02/04/2014 16:44Hs
    bom muito bom
  • Iansábado | 22/02/2014 21:57Hs
    Muito bom! Estou me preparando p concurso, me ajudou bastante. Abs
  • BRUNOquarta-feira | 18/09/2013 14:38Hs
    LEGAL
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos da português infantil.
CURSO DE PORTUGUÊS INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre a reforma ortográfica.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de inglês para crianças.
CURSO DE INGLÊS INFANTIL
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação