Topo
pesquisar

Composição Química do Colesterol

Química

O colesterol é um lipídio que pode ser classificado como esteroide e como álcool. Ele participa de sínteses importantes no organismo e é ingerido na gordura animal.
PUBLICIDADE

Os lipídios são uma classe que engloba todas as substâncias gordurosas existentes tanto no reino animal quanto no vegetal. Daí a origem do termo, pois vem do grego lipos, que significa “gordura”.

Entre os lipídios mais conhecidos estão os esteroides (do grego stereos, que significa “sólido”, e eidos, que é “semelhante”). Os esteroides são todos os compostos que possuem em comum a mesma estrutura de um hidrocarboneto com 17 átomos de carbono ligados na forma de quatro ciclos, como mostrado abaixo:

Estrutura dos esteroides

A diferença é que cada esteroide possui um tipo de grupo funcional orgânico ligado a essa estrutura. O esteroide mais importante para o organismo humano e também mais abundante no reino animal é o colesterol. Conforme se pode ver na sua fórmula estrutural abaixo, o colesterol possui uma hidroxila ligada ao grupo característico dos esteroides e, devido a isso, ele também é classificado como um álcool (secundário e monoinsaturado):

Modelos de estrutura do colesterol

O colesterol é muito importante para o organismo humano porque ele participa na síntese da membrana celular, na produção da vitamina D e dos hormônios sexuais feminino e masculino, que são respectivamente o estradiol e a testosterona, que também são esteroides.

As principais fontes de obtenção do colesterol são alimentos de origem animal, tais como ovo, bacon (toucinho defumado), carne vermelha, nata, manteiga e laticínios no geral.

Ovo e bacon são alimentos ricos em colesterol

Mas o colesterol é sintetizado também por nosso organismo, principalmente no fígado e intestinos. Quanto mais colesterol é consumido, menos colesterol será sintetizado, e vice-versa.

Os exames médicos costumam indicar dois tipos de colesterol, que são comumente chamados de “bom” e “ruim”. Porém, esses dois tipos de colesterol são os mesmos, só existe uma estrutura para o colesterol. A diferença está nas lipoproteínas formadas pelo colesterol.

O colesterol é insolúvel em água e ele precisa ser transportado de um tecido para o outro por meio do sangue, que é aquoso. Assim, ele é convertido em lipoproteínas, que são estruturas esféricas que comportam em seu centro substâncias hidrofóbicas, que não se solubilizam em água, como o colesterol e outros lipídios. Essas moléculas ficam cercadas por proteínas, que são hidrofílicas, isto é, possuem afinidade com água e se dissolvem nela.

Estrutura de lipoproteínas

Conforme se pode ver na imagem acima, dependendo de como o colesterol e as outras substâncias se combinam, formam-se dois tipos de lipoproteínas, que são os chamados “dois tipos de colesterol”, HDL e LDL. Veja a diferença entre os dois:

  • HDL (lipoproteínas com alta densidade): Sua densidade se situa entre 1,063 e 1,210 g/mL, além de possuir apenas 2% de colesterol livre em massa. Da quantidade total de colesterol que há em nosso organismo, somente 30% aparece nessa forma de proteína e eles são transportados dos tecidos humanos para o fígado, onde é reciclado ou eliminado.  

Esse é o “colesterol bom”, pois altos níveis dele estão associados a uma redução no risco do desenvolvimento de doenças do coração. Para aumentar o seu nível em nosso organismo, deve-se diminuir a ingestão de gordura animal, que é saturada, tais como a encontrada na carne vermelha, laticínios e ovo, por gorduras poli-insaturadas.

  • LDL (lipoproteínas de baixa densidade): Sua densidade pode variar de 1,006 a 1,063 g/mL. Possui 8% de massa livre de colesterol e 70% do colesterol em nosso organismo aparece nessa forma de proteína. Ele é transportado pelo sangue do fígado para as células periféricas dos tecidos do corpo para ser usado nas sínteses mencionadas anteriormente.
  • Esse é o “colesterol ruim”, pois se houver altos níveis desse colesterol em nosso sangue, com o tempo, ele se depositará nas paredes das artérias, o que impede o fluxo de sangue para os tecidos. Esse entupimento das artérias é chamado de aterosclerose. Se isso ocorrer nas coronárias, que são as artérias que irrigam o sangue, a pessoa fica propensa a infartos.

Entupimento das artérias (aterosclerose) por excesso de colesterol do tipo LDL

O nível de colesterol médio considerado normal é de 150 a 200 mg/mL de sangue; valores ao redor de 300/100 mL de sangue podem causar os problemas mencionados.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Roseanesexta-feira | 31/10/2014 12:12Hs
    O texto é muito bom, bem didático, mas, acho que faltou acrescentar que alem de dimininuir a ingestão de gorduras animais, deveria incluir atividades físicas para aumenta o nivel do hdl no sangue e dessa forma explicar, em termos bioquimico, porque a atividade fisica aumenta os níveis de hdl
  • daiane costa da silvaterça-feira | 29/07/2014 23:12Hs
    bom
  • elias cardoso de almeidasábado | 11/01/2014 11:44Hs
    otimo comentarios ensina dar mais valor pela saude parabens jennifer fogaça.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação