Topo
pesquisar

Cálculo da Carga Formal

Química

Se há mais de uma estrutura de Lewis possível para uma molécula ou íon, pode-se calcular a carga formal dos átomos. Aquela que der mais próximo de zero será a correta.
PUBLICIDADE

Visto que existem exceções à regra do octeto, como podemos saber qual é o arranjo correto entre os átomos na formação de uma molécula?

Isso pode ser feito por meio do cálculo da carga formal de cada estrutura. A carga formal que estiver mais próxima de zero será a que possui maior probabilidade de existência real. Note que é “mais próximo de zero”, portanto, não precisa ser igual a zero.

A fórmula da carga formal (Cfo) é:

Fórmula da carga formal

V = quantidade de elétrons de valência do átomo livre;

L = quantidade de elétrons presentes nos pares isolados (não ligantes) do átomo na estrutura;

S = quantidade de elétrons compartilhados pelo átomo na estrutura.

Para entender como isso ocorre, imagine que queremos saber qual é a estrutura eletrônica de Lewis para a molécula de SO2. Temos duas possibilidades de arranjos entre os átomos:

Exemplos de cálculo da carga formal

Calcula-se a carga formal de todos os átomos participantes das estruturas. Veja:

1ª Possibilidade:

Enxofre (S):                            Oxigênio (O)                                   Oxigênio (O) 
Cf(S) = 6 – (2 + ½ 8)        Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)                         Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)

Cf(S) =0                                        Cf(S) =0                                               Cf(S) =0

2ª Possibilidade:

Enxofre (S):                            Oxigênio (O)                                   Oxigênio (O) 
Cf(S) = 6 – (2 + ½ 6)       Cf(S) = 6 – (6 + ½ 2)                           Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)

Cf(S) = +1                                    Cf(S) = -1                                            Cf(S) =0

Com base nos resultados obtidos, podemos notar que a 1ª estrutura é a que tem maior probabilidade de existência real. Assim, sabemos que ela não segue a regra do octeto, mas que o enxofre expandiu sua camada de valência, ficando estável com 10 elétrons.

Essa regra vale também para descobrir qual é o arranjo correto de íons.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Adria Simõessábado | 11/04/2015 17:58Hs
    Ótima explicação! me ajudou muito...Obrigado
  • Eduardoquarta-feira | 13/11/2013 09:50Hs
    Parabéns
  • MICHEILAsegunda-feira | 06/05/2013 12:30Hs
    gostei da dica espero ter um bom aproveito
  • Gustavoquinta-feira | 07/03/2013 12:54Hs
    gostei :) vou ter prova agorinha disso, me ajudou bastante a relembrar.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação