Topo
pesquisar

Gonçalves Magalhães

Literatura

Domingos José Gonçalves de Magalhães nasceu em Niterói (RJ), em agosto de 1811. É considerado por muitos estudiosos como o introdutor do Romantismo e também do teatro no Brasil. Formou-se em Medicina em 1832 e publicou seu primeiro livro “Poesias”. Viajou pela Europa, onde teve seus primeiros contatos com os conceitos românticos, os quais exerceram forte influência em suas poesias. Sua obra “Suspiros poéticos e saudades”, publicada em 1836, é considerada o marco que dá início à fase do Romantismo no Brasil. Afirmação essa sustentada pelo prefácio do próprio livro:

É um Livro de Poesias escritas segundo as impressões dos lugares; ora assentado entre as ruínas da antiga Roma, meditando sobre a sorte dos impérios; ora no cimo dos Alpes, a imaginação vagando no infinito como um átomo no espaço, ora na gótica catedral, admirando a grandeza de Deus, e os prodígios do Cristianismo; ora entre os ciprestes que espalham sua sombra sobre túmulos; ora enfim refletindo sobre a sorte da Pátria, sobre as paixões dos homens, sobre o nada da vida. São poesias de um peregrino, variadas como as cenas da Natureza, diversas como as fases da vida, mas que se harmonizam pela unidade do pensamento, e se ligam como os anéis de uma cadeia; poesias d'alma, e do coração, e que só pela alma e o coração devem ser julgadas.” (Prólogo do livro Suspiros poéticos e saudades, Paris, 1836)


O prólogo acima é o próprio manifesto a respeito do novo movimento literário que surgiria no Brasil, o Romantismo. Os temas abordados por Gonçalves Magalhães dão ao autor uma denominação de patriota e nacionalista, além de cristão. Suas poesias têm temática religiosa, nacionalista e exalta o índio e a natureza.

Ainda em 1836 Gonçalves Magalhães funda, em Paris, a revista “Niterói” - Revista Brasiliense de Ciências, Letras e Artes, que pode ser considerado um manifesto romântico realizado em conjunto com Araújo Porto Alegre, Torres Homem e Pereira da Silva, chamado de “Grupo de Paris”. E como próprio lema dos organizadores da revista afirma "Tudo pelo Brasil, e para o Brasil", a temática era o nacionalismo.

Em 1838, Gonçalves Magalhães foi professor de Filosofia do Colégio Pedro II, onde ficou por muito tempo. Em 1847 tornou-se diplomata e foi durante o exercício de sua função de ministro de Santa Sé que faleceu em Roma, em 1882.
Ao posicionar sua imagem do índio na poesia “A Confederação dos Tamoios” entrou em confronto com José de Alencar, porém, sua boa relação com o imperador D. Pedro II fez com que fosse resguardado de maiores críticas.

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Características do Romantismo
Os principais temas dos autores românticos! 

Escritores - Literatura - Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • elianeguedessegunda-feira | 23/03/2015 22:45Hs
    muito bom o texto e de fácil compreensão.
  • Gabriel Pereiraquarta-feira | 30/04/2014 11:31Hs
    Ótimo me ajudou bastante, sobre um trabalhar que no qual haverei que apresentar da qui 3 dias!!!
  • PALOMAsegunda-feira | 22/06/2009 14:41Hs
    falto mais coisas mais deu para minha pesquisa muito bm bjos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de literatura.
CURSO DE LITERATURA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de física.
CURSO DE FÍSICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de matemática.
CURSO DE MATEMÁTICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de redação.
CURSO DE TÉCNICAS DE REDAÇÃO
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação