Topo
pesquisar

Surrealismo

História Geral

O surrealismo constituiu uma profunda ruptura nas artes no início do século XX.
PUBLICIDADE

O surrealismo foi um movimento artístico que surgiu na Europa, cujo marco inicial foi o Manifesto Surrealista de André Breton, publicado em 1924. O surrealismo criticou a racionalidade burguesa em favor do maravilhoso, do fantástico e dos sonhos, abarcando uma grande quantidade de artistas, entre eles, podemos citar: na literatura, André Breton, Louis Aragon, Philippe Soupault e outros; nas artes plásticas, Joán Miró, Max Ernst, Salvador Dalí e outros; na fotografia, Man Ray, Dora Maar e Brasaï; e, no cinema, Luís Buñuel.

Nas palavras de Breton, um dos objetivos do surrealismo era "resolver a contradição até agora vigente entre sonho e realidade pela criação de uma realidade absoluta, uma suprarrealidade". Essa perspectiva levou esses artistas a buscarem inspiração na obra do psicanalista Sigmund Freud, trazendo para a arte o irracional, o inconsciente, explorando o imaginário e os impulsos ocultos da mente. Nesse sentido, algumas técnicas de produção artística adotadas foram a escrita e a pintura automática, pois seriam formas de transcrição imediata do inconsciente, buscando assim driblar os controles conscientes do artista, com a liberação das imagens que lhes surgiam à mente e de seus impulsos primitivos.

Escultura de Joan Miró exposta em parque de Barcelona, cidade com várias obras do artista**
Escultura de Joan Miró exposta em parque de Barcelona, cidade com várias obras do artista**

Outra técnica utilizada foi a de colagens, em que imagens eram reunidas aleatoriamente e ao acaso, criando uma justaposição de objetos desconexos e associações que à primeira vista pareciam impossíveis. Esse método foi inspirado na frase do Conde de Lautréamont: '"Belo como o encontro casual entre uma máquina de costura e um guarda-chuva numa mesa de dissecção".

No aspecto político, o caráter revolucionário e subversivo da proposta surrealista aproximou alguns artistas de grupos políticos de linhagem marxista, como André Breton, quando se alinhou ao trotskismo. Por outro lado, alguns se mantiveram numa esfera mais conservadora, como Salvador Dalí.

Selo estampando obra de Max Ernest. ***
Selo estampando obra de Max Ernest. ***

*Créditos da imagem: Anky e Shutterstock.com

**Créditos da imagem: Neftali e Shutterstock.com

*** Créditos da imagem: Nitom e Shutterstock.com


Por Tales Pinto
Graduado em História

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Marco Henriquedomingo | 31/05/2015 12:03Hs
    muito bom está pagina show de bola!!
  • rita de cássia da silva santosquarta-feira | 25/03/2015 16:53Hs
    amei está pagina...para pesquisas
  • Elisabete Maria Fernandes Silva terça-feira | 08/07/2014 09:21Hs
    obrigada pelo texto foi util para pesquisa de aula de espanhol
  • estefani terça-feira | 18/03/2014 08:36Hs
    miha filha este texto é muito grande
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de biologia
CURSO DE BIOLOGIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de italiano
CURSO DE ITALIANO
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
CURSO DE MATEMÁTICA
CURSO DE MATEMÁTICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação