Topo
pesquisar

Breve história do Brasil

História do Brasil

A história do Brasil foi profundamente marcada pelo período de colonização que influenciou na formação política e territorial do Brasil.

O ano de 1492 foi marcado pelo choque entre dois mundos diferentes, de um lado, a cultura europeia, e de outro, a cultura indígena. Trata-se do início da colonização da América, promovida, principalmente, por portugueses e espanhóis em suas buscas por riquezas e conquistas. Outra data de caráter simbólico importante para a história é a de 1494, quando foi assinado o Tratado de Tordesilhas.

O Tratado de Tordesilhas foi um acordo político entre os países ibéricos, Portugal e Espanha, para oficializar a divisão do novo continente encontrado. O tratado definia como linha imaginária uma demarcação no meridiano localizado a 370 léguas a oeste da ilha de Cabo Verde. As terras que se localizavam a leste pertenceriam aos portugueses e as terras a oeste ficariam com os espanhóis. 

Em 1500, os navios portugueses ancoraram no litoral brasileiro, dando início ao que os historiadores chamaram de América Portuguesa. O período correspondente aos trinta primeiros anos (1500-1530) das expedições portuguesas no Brasil foi denominado de Período Pré-Colonial, ou seja, foi um momento em que Portugal ainda estava investigando as riquezas desse “novo mundo”.

Após esse momento, na expedição sob a liderança de Martin Afonso de Souza, em 1530, os portugueses resolveram oficializar a colonização brasileira por receio de perder o território para outros países europeus e pela perspectiva de descobrir riquezas e obter lucros. Uma das maneiras de assegurar o território brasileiro era povoando-o, para isso, o rei de Portugal, em 1534, criou as chamadas capitanias hereditárias. Essas capitanias representavam largas faixas de terras sob o poder dos capitães donatários que tinham o objetivo de distribui-las para gerar povoamentos e, claro, lucros à coroa.

Porém, esse tipo de governo com um capitão donatário para cada faixa de terra não deu certo e o controle da colônia ficou a cargo de Tomé de Souza, o primeiro governador-geral do Brasil, a partir de 1548. Sua função era de controlar as capitanias e praticar as sesmarias. As terras, portanto, não possuíam valor financeiro, pois eram distribuídas e não vendidas.

No decorrer político da colonização brasileira, houve o período denominado de União Ibérica (1580 – 1640), em que a colônia ficou sob o controle da Espanha pelo problema na sucessão do trono português. Após o fim da União Ibérica, a coroa portuguesa expulsou os espanhóis e voltou a ter o monopólio da colônia.

O século XVIII na colônia foi marcado por uma forte agitação nas descobertas das minas de ouro, gerando grande entusiasmo por parte dos portugueses. Várias cidades do Brasil surgiram pela busca do ouro, entre elas estão Diamantina e Ouro Preto. A colonização estendeu-se até meados do século XIX, quando em Sete de Setembro de 1822, o Brasil conseguiu sua independência, inaugurando o Período Imperial.


Por Fabrício Santos
Graduado em História

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • edmirsonyquarta-feira | 09/07/2014 07:50Hs
    Bem explicido...estou grato.
  • emilynsegunda-feira | 09/06/2014 19:02Hs
    muito bom
  • deusianaterça-feira | 04/02/2014 15:31Hs
    bem esclarecido,bom texto.
  • zezinhaq.indiapora@ig.com.brsexta-feira | 27/09/2013 14:17Hs
    Ótimo texto. Bem claro e objetivo.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de literatura.
CURSO DE LITERATURA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de física.
CURSO DE FÍSICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de matemática.
CURSO DE MATEMÁTICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de redação.
CURSO DE TÉCNICAS DE REDAÇÃO
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação