Topo
pesquisar

Brasil República

História do Brasil

Nesta seção sobre o Brasil República, você encontrá textos, organizados em subseções, referentes a cada momento do período republicano, desde 1889 até os dias atuais.

A seção de Brasil República apresenta ao leitor textos referentes aos temas de todo o arco temporal da história da república brasileira, isto é, de 1889 até os dias de hoje. Para tanto, a seção conta com subseções que almejam facilitar a organização dos conteúdos. A seguir apresentaremos cada uma dessas subseções:

A primeira fase corresponde ao período que se estendeu da Proclamação (no dia 15 de novembro de 1889) até o ano de 1894, quando terminou o governo de Floriano Peixoto. O termo “espada” aplicado a essa fase faz menção ao fato de que os dois primeiros presidentes da república (antes de Floriano, tivemos Deodoro da Fonseca) eram militares e exerceram governos autoritários.

A segunda fase da República Velha começou com o primeiro governo civil, o de Prudente de Moraes, e teve fim em 1930, com a saída de Washington Luís do poder. Essa faze recebeu a alcunha de “República dos Oligarcas” em razão das tramas e conchavos estabelecidos entre as elites (oligarquias) regionais do Brasil. Foi nessa fase que o Brasil passou por dois eventos de envergadura internacional: a Primeira Guerra Mundial e a Crise de 1929.

  • Rebeliões na República Velha: Essa subseção reúne textos que versam sobre os principais conflitos ocorridos na época da República Velha, como a Guerra de Canudos e a Guerra do Contestado, que resultaram de insatisfações populares com o próprio modelo político republicano, em contraposição ao modelo imperial. Além disso, outras revoltas mais pontuais, como a Revolta da Vacina, a Revolta da Chibata e as revoltas do Movimento Tenentista também ocorreram nesse período.

  • Era Vargas: Em 1930, o modelo da República dos Oligarcas entrou em colapso e foi deflagrada a Revolução de 1930, tendo o gaúcho Getúlio Vargas à sua frente. Vargas transformou radicalmente o cenário político, econômico e social do Brasil durante o período em que permaneceu no poder (quinze anos: de 1930 a 1945). A “Era Vargas” divide-se em três momentos: o Governo Provisório (1930-1934), o Governo Constitucional (1934-1937) e o Governo Ditatorial (1937-1945), também conhecido como Estado Novo.

  • República Populista: Essa subseção contempla os temas do período da república brasileira que se seguiu ao “Estado Novo” varguista, que terminou no mesmo ano em que findou a Segunda Guerra Mundial: 1945. Nesse período, voltou-se à ordem democrática com o presidente Eurico Gaspar Dutra, que governou até 1950. Em novas eleições, Getúlio Vargas retornou mais uma vez ao poder, por vias democráticas, e governou até 1954, quando se suicidou. A designação de “populismo” teve em Vargas seu principal “arquiteto”, dada a habilidade desse político em lidar com as massas. Ao modelo populista de Vargas seguiram-se mais três presidentes: Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros e João Goulart. Essa fase durou até o ano de 1964, quando foi dado o Golpe Militar em 31 de março.

  • Governos Militares: Essa subseção reúne textos que correspondem ao período de 1964 a 1985. Com o Golpe Militar de 1964, houve uma nova ruptura com a ordem democrática. Os governos militares permaneceram no poder até os anos 1980, promovendo uma grande transformação no cenário político brasileiro, no qual houve radicalismo tanto por parte dos militares quanto por parte de militâncias políticas, que se organizaram em guerrilhas urbanas e rurais.

  • Brasil Atual: A subseção de “Brasil Atual” refere-se aos principais fatos que se desenrolaram no país a partir de 1985. Os textos dessa subseção contemplam temas que vão desde o retorno à ordem democrática, com a Nova Constituição, e às eleições diretas, em 1988 e 1989, até o governo da presidente Dilma Rousseff.

Tenham uma boa leitura!!!


Por Me. Cláudio Fernandes

artigos Brasil República
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação