Topo
pesquisar

O gênero dos adjetivos – Uma noção mais ampliada

Gramática

No tocante ao estudo das classes gramaticais, constatamos a presença de algumas particularidades que as tornam semelhantes entre si. Representando tal aspecto, citamos as marcas linguísticas existentes entre os adjetivos e substantivos, sobretudo no que diz respeito às flexões.


Os adjetivos, tal qual os substantivos, variam em gênero, número e grau, sendo que este último é demarcado de traços mais complexos quando comparado a outra classe. Assim, o objetivo do artigo em questão é o de realmente apontar acerca de uma destas flexões – mais precisamente no que tange ao gênero.


Desta forma, convém nos ater à expressão que complementa o título em voga – expressa por uma “noção mais ampliada”. Esta, por sua vez, denota resquícios de que se trata de algo relacionado e, principalmente, regido pelos compêndios gramaticais – passível, consequentemente, de se incorporar aos nossos conhecimentos, de modo a fazer com que nos tornemos conhecedores ativos dos fatos da língua e suas respectivas peculiaridades. Assim, no intuito de alcançar tal aptidão, verifiquemos acerca de algumas considerações inerentes ao fato em questão:


Quanto ao gênero, os adjetivos classificam-se em uniformes e biformes, sendo que estes últimos trazem como característica primordial o fato de apresentarem uma forma para o masculino e outra para o feminino. Desta feita, a formação do feminino costuma variar de acordo com a terminação da forma masculina, fato que mais uma vez nos faz constatar as relações de similitude. No intuito de demarcá-las, basear-nos-emos em alguns pressupostos.


* Os adjetivos terminados em “-ês”, “-or” e “-u”, geralmente recebem a terminação “-a”:

conquistador – conquistadora
inglês – inglesa
cru – crua...


* Aqueles terminados em “-o”, tem sua flexão demarcada pela troca de tal terminação por “-a”:

esbelto – esbelta
alvo – alva
esperto- esperta...


# Há ainda os que além de apresentarem tal aspecto ainda são demarcados pela alteração no timbre da vogal tônica, passando de um som fechado para um mais aberto. São exemplos:

estudioso – estudiosa
formosa – formosa...


* Os adjetivos terminados em “-ão”, quando expressos no feminino, trocam essa terminação por “-ã”, “-ona”, e mais recentemente por “-oa” :

chorão – chorona
comilão – comilona
são – sã...


* Os terminados em “-eu” trocam essa terminação por “-eia”, e os terminados em “-éu”, por “-oa”:

ateu – ateia
ilhéu – ilhoa
plebeu – plebeia...


# Destacam-se entre o referido grupo os adjetivos expressos por:

judeu – judia
sandeu – sandia


* Em relação àqueles formados por dois adjetivos, apenas o último apresenta flexão, e aqueles em que o segundo elemento é um substantivo, permanecem invariáveis.

vestido verde-escuro – blusa verde-escura
parede amarelo-ouro – teto amarelo-ouro
consultório médico-dentário – clínica médico-dentária...


# Neste grupo há um forte destaque para os seguintes páreos:

rapaz surdo-mudo – moça surda-muda. Neste caso, ambos os elementos são flexionados.

casaco azul-marinho – calça azul-marinho. Nesta composição, os elementos permanecem invariáveis.

 

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gramática - Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Wolf 55terça-feira | 24/07/2012 14:02Hs
    Otimo Texto Completo e Bem feito
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos da português infantil.
CURSO DE PORTUGUÊS INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre a reforma ortográfica.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de inglês para crianças.
CURSO DE INGLÊS INFANTIL
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação