Topo
pesquisar

Apóstrofe: um recurso estilístico da linguagem

Gramática

A apóstrofe se caracteriza por uma figura de linguagem cujo intuito é invocar um interlocutor muitas vezes retratado por um ser vivo ou morto, ausente ou presente.
PUBLICIDADE

Ao retratarmos acerca dos recursos estilísticos, logo nos remetemos às figuras de linguagem, que, por sua vez, caracterizam-se pelas alternativas de que dispõe o interlocutor no sentido de conferir um caráter às mensagens que profere.

Como aqui não seria possível elencarmos todas elas, pautemo-nos em abordar somente uma – a apóstrofe. Ela consiste na invocação, no chamamento, de um interlocutor muitas vezes ausente no ato da enunciação, algumas vezes apresentando-se como imaginário, fictício. Contudo, cabe ainda ressaltar que, por se tratar desse aspecto fictício, essa invocação pode ser dirigida a um ser inanimado, característica essa presente também em outra figura – a prosopopeia. No entanto, o interlocutor também pode estar presente, ser vivo ou morto, real ou imaginário.

Nesse sentido, como tal manifestação se dá de forma ampla na linguagem literária, analisemos alguns casos, um referente ao discurso proferido por Castro Alves, em uma das célebres criações que nos deixou – Vozes D’África:  

Vozes d'África
Deus! ó Deus! onde estás que não respondes?
Em que mundo, em qu'estrela tu t'escondes
Embuçado nos céus?

Há dois mil anos te mandei meu grito,
Que embalde desde então corre o infinito...
Onde estás, Senhor Deus?...

[...]

Atestamos que a interpelação se dá mediante a figura divina, claramente ausente no ato enunciativo.

Veja agora mais uma criação de Fernando Pessoa, Mar Português:

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

[...]

Inferimos, pois, que se tratade um receptor inanimado, retratado pela figura do mar.

Mas esse recurso estilístico também pode se dirigir a alguém que já se foi, como ocorre em Navio negreiro, de Castro Alves: 

[...]

Levantai-vos, heróis do Novo Mundo! 
Andrada! arranca esse pendão dos ares! 
Colombo! fecha a porta dos teus mares!
[...]

Constatamos que aqui o chamamento se dirige a Cristóvão Colombo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Alzira Negri Costaquarta-feira | 08/04/2015 19:50Hs
    muito esclarecedor o texto.Otimos exemplos , eu aprendi muito.
  • Rivadavia Fonseca Netoquarta-feira | 19/02/2014 15:31Hs
    eu adorei
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação