Topo
pesquisar

Desvendando a Arqueologia: uma viagem ao passado Parte II

Geografia

Para a Arqueologia, os sítios arqueológicos são divididos conforme as suas características.
PUBLICIDADE

Desvendando a Arqueologia: uma viagem ao passado
(Parte II – Tipos de Sítios Arqueológicos; Como são encontrados os Sítios Arqueológicos?)

Por Antonio Canto

Antes de iniciarmos a discussão sobre os métodos empregados na Arqueologia para o estudo detalhado dos sítios, vamos melhor entender o que são sítios arqueológicos e como eles podem ser classificados?
Define-se como sítio arqueológico o local utilizado pelos grupos pretéritos para as suas habitações (moradia) e todas as atividades que permitiram a sua subsistência, cujos testemunhos (vestígios arqueológicos) encontram-se espacialmente distribuídos.
Neste caso, a área ecológica que envolve os locais ocupados por estes grupos para a caça, a pesca, a coleta e a agricultura pode ser estendida a sítios arqueológicos, pois consideramos muito importante entender o espaço (o cenário) em que os sítios foram construídos.
A partir de algumas características ecológicas e ambientais da localidade em que estão os sítios arqueológicos, poderemos compreender com mais facilidade como viveram os nossos antepassados e como eles utilizaram o meio ambiente para suprir as suas necessidades.
Para que o arqueólogo possa classificar os tipos de sítios arqueológicos na sua pesquisa, existem algumas características que os definem muito bem. Os tipos mais comuns são os seguintes:

1) SÍTIOS CERÂMICOS / LÍTICOS (LITO-CERÂMICOS)

Neste tipo de sítio há a predominância de materiais cerâmicos em sua superfície, sendo um indício para esta classificação.
Ao escavar este tipo de sítio, o arqueólogo encontra uma quantidade considerável de cacos de cerâmicas, ou mesmo cerâmicas inteiras, geralmente associadas a outros elementos arqueológicos, como por exemplo, os artefatos líticos (ferramentas em pedra), ossos e restos de alimentos.
Algumas peças, como urnas funerárias (objetos pra colocação dos mortos), potes de barro para utilidades culinárias, para conter líquidos, armazenamento, dentre outras funções, são muito comuns neste tipo de sítio.


Urna Funerária Tupiguarani.
Foto: A. Prous (in: Revista Ciência Hoje On-line – 2005).
Ilustram como material cerâmico encontrado nesses sítios, utensílios como: pratos, tigelas, vasos, urnas funerárias, enquanto que as machadinhas, os moedores, os raspadores, as lascas, as pontas, dentre outros objetos, caracterizam os artefatos líticos.


Instrumentos em pedra lascada: em cima, quatro raspadores em forma de quilha de barco e uma ponta de dardo; embaixo, duas facas e dois talhadores.
Foto: Pedro Ignácio Schmitz (in: Revista Ciência Hoje On-line – Dez. 2004).

2) SÍTIOS DE ARTE RUPESTRE

Como já discutimos na parte I dessa série, a arte rupestre pode ser entendida como as pinturas e as gravações realizadas nos paredões de rocha pelos grupos pré-históricos, possivelmente na intenção de contarem a história do seu dia a dia.
Este tipo de sítio está geralmente associado ou próximo a sítios cerâmicos / líticos. Mas existem casos em que as pinturas e as gravuras foram realizadas em áreas que não permitiam o estabelecimento de moradia. Nestes casos, o arqueólogo registra-o apenas como sítio de arte rupestre.


Representação de figura humana e animais estáticos da tradição Agreste encontrada no Parque Nacional da Serra da Capivara (PI).
Foto: Revista Ciência Hoje On-line (Nov. 2003).


Gravuras Rupestres - Pedra do Ingá/PB.
Foto: Antonio Canto.

3) OS SAMBAQUIS

Este tipo de sítio, na forma de pequenas montanhas, encontra-se geralmente próximo a superfícies aquosas como mar, rios, mangues, lagunas, etc.
Os grupos pré-históricos sambaquieiros construíram esses montes utilizando conchas, restos de habitações, alimentos, dentre outros elementos que, junto com os sedimentos (areia), formaram esta elevação.
Esse tipo de sítio pode atingir tamanhos variados, sendo, como anteriormente citado, de 2 a 30 metros de altura e, aproximadamente, 100m de diâmetro.


Sambaqui (Santa Catarina)
Foto: Revista Ciência Hoje On-line

4) SÍTIOS HISTÓRICOS

Para este tipo de sítio podemos identificar ruínas de edificações ou mesmo a edificação propriamente dita, como fortes, igrejas, prédios antigos, engenhos e monumentos.
Associados aos materiais encontrados nestes sítios estão os canhões, armas de fogo, balas, moedas, louças / faianças, garrafas dentre outros objetos.


Sítio Histórico de Olinda (PE).

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

CANTO, Antonio. 2003. Tópicos da Arqueologia. Rio de Janeiro: CBJE. 66 p.

Por Antonio Canto
Colunista Brasil Escola

_____________
Antonio Canto  é Arqueólogo, Mestre em Geociências (UFPE), Doutorado em Arqueologia (Universidade de Coimbra). Professor Universitário; Arqueólogo da Oficina-Escola de Revitalização do Patrimônio Cultural de João Pessoa; Presidente do Núcleo de Pesquisas Arqueológicas e Sociais (NUPAS).

Veja Mais: Série Desvendando a Arqueologia: Uma Viagem ao Passado

Como são encontrados os Sítios Arqueológicos?

Arqueologia - Geografia - Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Alison Batistaterça-feira | 17/09/2013 12:05Hs
    Aprendi um pouco mais com esse texto, valeu!
  • Beatriz Nunesquarta-feira | 10/04/2013 15:49Hs
    Muito legal.
  • Nicolequarta-feira | 06/02/2013 17:02Hs
    Achei ótimo completo
  • Natália Santosquinta-feira | 12/08/2010 09:33Hs
    Bom dia! Sou estudante de História na UFPE, e achei o site muito interessante tanto para alunos quanto para professores. Atualmente, estou com uma disciplina de Pré-história que envolve o estudo de arqueologia, e o texto me foi útil. Um abraço a todos!
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação