Topo
pesquisar

Cinemática Escalar

Física

A cinemática escalar estuda o movimento realizado pelos corpos sem se preocupar com suas causas.
PUBLICIDADE

Cinemática escalar é um ramo da física, especificamente da mecânica, que estuda o movimento realizado pelos corpos, sem se preocupar com suas causas.

Ponto Material
É todo corpo cujas dimensões são desprezíveis em relação a um dado referencial.

Exemplo: um transatlântico atravessando o Oceano Pacífico se torna uma partícula quando comparado à dimensão do Oceano. Essa partícula não impede que algum tipo de estudo seja feito nesse oceano.

Corpo Extenso
É a interferência de um corpo cujas dimensões atrapalham o estudo de determinado fenômeno.

Exemplo: o mesmo transatlântico do exemplo anterior, agora ancorado em um porto. Para este caso, as dimensões do transatlântico não podem ser desprezadas, porque agora estão sendo comparadas às dimensões do porto.

Referencial
Também conhecido como sistema de referência, é um corpo ou um ponto que adotamos como referência para então analisarmos determinado fenômeno capaz de identificar se um corpo está em repouso ou em movimento.

O referencial que adotamos com maior frequência é a Terra.

Repouso
O repouso acontecerá sempre que um corpo não mudar sua posição em relação a um dado referencial.

Exemplo: uma pessoa sentada dentro de um ônibus encontra-se em repouso em relação à outra pessoa sentada ao seu lado, ou outra que também esteja dentro do mesmo ônibus.

Movimento
Movimento existe quando o corpo analisado muda de posição no decorrer do tempo, em relação a um dado referencial.

Exemplo: pássaros voando, pessoas andando nas ruas e nas estradas, etc.

OBS.: Não existem repouso e movimento absolutos, pois tudo irá depender do referencial adotado.

Trajetória
É uma linha formada pela união de todas as posições que podem ser ocupadas por um móvel durante o seu movimento. Essa trajetória também depende do referencial adotado.

Em resumo, trajetória é o caminho descrito pelo móvel.

Ex.: um avião que apresenta velocidade constante. Em determinado momento, ele abandona uma carga qualquer. Essa carga cairá obedecendo a uma trajetória, mas a trajetória apresentada pela carga em queda livre dependerá do observador. Nesse caso, ele é o referencial.

Para um observador dentro do avião, a carga abandonada terá uma trajetória retilínea, ou seja, uma trajetória em linha reta.
Já para um observador na Terra, a trajetória do objeto será curvilínea, ou seja, a trajetória será uma curva.

Espaço de um móvel
É um número real que permite a localização do móvel em sua trajetória, ou seja, é o valor algébrico da distância entre o móvel e a origem dos espaços.

Deslocamento Escalar
É a medida que representa a distância entre as posições inicial e final, ou seja, é a mudança de posição de um móvel sobre uma trajetória.

Distância Percorrida
É a soma dos valores absolutos dos deslocamentos parciais.

Velocidade Escalar Média
É a rapidez com que o móvel realiza um percurso. Matematicamente é representada pela equação:
 

Onde:
Vm = velocidade média
ΔS = variação do espaço
Δt = variação do tempo

Velocidade Escalar Instantânea
É a rapidez com que o móvel realiza um percurso em determinado instante, ou seja, em um tempo específico, em que não há variações para esse tempo.

Movimento Uniforme
É quando o móvel percorre distâncias iguais em intervalos de tempo iguais, obedecendo à regra de que a velocidade instantânea seja igual à velocidade média em qualquer intervalo de tempo.

Função Horária das Posições
É uma equação matemática do 1º grau que calcula a posição do corpo no decorrer do tempo sobre uma determinada trajetória.
 

Onde:
S = espaço final
So = espaço inicial
v = velocidade
t = tempo

Sentido Progressivo
Quando o móvel se desloca no mesmo sentido crescente da trajetória indicada.

Sentido Retrógrado
Quando o móvel se desloca no sentido contrário ao indicado pela trajetória.
 

Por Talita A. Anjos
Graduada em Física
Equipe Brasil Escola

Mecânica - Física - Brasil Escola

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Ismaelsábado | 03/01/2015 13:04Hs
    Ótimo, achei bastante completo e bem resumido e de facil compreensão
  • Mariane Mendes Teixeirasegunda-feira | 02/06/2014 15:27Hs
    Olá Fábio Ramos! As duas formas estão corretas, a diferença é que no site o tempo t0 foi considerado igual a zero, sendo por isso eliminado da equação.
  • Fábio Ramossábado | 24/05/2014 10:57Hs
    Excelente!! Só um detalhe: na fórmula da função horária das posições, o correto não seria S = S0 + v . (t - t0), ou seja, a variação do tempo? Obrigado. Att, Fábio Ramos.
  • vitoria valençasexta-feira | 09/05/2014 17:53Hs
    ótimo me ajuda muito
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação