Topo
pesquisar

Carga elétrica

Física

Uma matéria é composta principalmente por elétrons, prótons e nêutrons, mas apenas os elétrons e prótons possuem carga elétrica.
PUBLICIDADE

Quando falamos em Eletrostática estamos nos referindo a cargas elétricas estáticas, ou seja, cargas elétricas paradas. Embora não seja visível, a grande maioria dos materiais do nosso cotidiano é eletricamente neutra, ou seja, não apresenta efeitos elétricos. As mais diversas situações no nosso dia a dia nos mostram que existe eletricidade estática, por exemplo: nos dias mais secos, ao pentearmos os cabelos, eles ficam um pouco “alvoraçados” por conta das cargas elétricas.

Através de simples experiências em que atritamos dois corpos, vemos o fenômeno da eletrização. É através desse processo, o atrito, que ocorrem as transferências de elétrons de um corpo para outro. Por conta dessa transferência de elétrons, percebeu-se também uma força de atração e repulsão. Essa força se deve a uma propriedade da matéria denominada carga elétrica. Assim, podemos dizer que essa força é de natureza elétrica.

Como já mencionamos os dois tipos de força, atração e repulsão, podemos afirmar que existem dois tipos de cargas elétricas com comportamentos opostos. É sabido que as partículas elementares do átomo são os nêutrons, elétrons e prótons. Embora os prótons e elétrons tenham massas totalmente diferentes, eles possuem cargas elétricas opostas, ou seja, de mesmo módulo, porém de sinais contrários. Por conta de uma convenção, determinou-se que os prótons são portadores de cargas positivas e os elétrons são portadores de cargas negativas; já os nêutrons não possuem cargas.

No Sistema Internacional de Unidades (SI), a unidade de carga elétrica é o coulomb (C). O próton e o elétron, em módulo, possuem a mesma quantidade de carga elétrica. O valor da carga do próton e do elétron é denominado quantidade de carga elementar (e) e possui o valor de:

e=1,6 .10-19 C

Como 1 C é uma quantidade de carga elétrica muito grande, é comum a utilização dos seus submúltiplos:

1 mC (milicoulomb)= 10-3  C
1 μC (microcoulomb)= 10-6  C
1 nC (nanocoulomb)= 10-9  C

A quantidade de carga elétrica total (Q) será sempre um múltiplo inteiro (n) vezes o valor da carga elementar (e). Essa quantidade de carga pode ser determinada através da seguinte expressão:

Q=n .  e

Como dissemos no início, quase todos os corpos estão eletricamente neutros. Tal fato acontece porque o número de prótons em uma molécula ou átomo é igual ao número de elétrons. Caso haja uma desigualdade entre o número de prótons e elétrons, teremos um íon. Os íons são moléculas ou átomos eletrizados. Portanto, podemos concluir que um corpo está eletrizado quando o número total de prótons é diferente do número total de elétrons. Dessa forma, um corpo estará eletrizado quando perde ou recebe elétrons.

Em todos os experimentos realizados até o momento, verifica-se que, em sistemas isolados, a quantidade de carga elétrica permanece constante. Essa lei é chamada de conservação da quantidade de carga elétrica. Portanto, podemos dizer que a carga elétrica não é criada e não se perde, ela apenas se transfere de um corpo para outro.


Por Domiciano Marques
Graduado em Física

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Igordomingo | 19/10/2014 10:46Hs
    Muito bom!
  • REGINA CLAUDIAA domingo | 05/10/2014 16:39Hs
    Estou estudando esta matéria me ajudou muito
  • Ana Karolinesegunda-feira | 15/09/2014 11:13Hs
    muito bom , pois e resumido e assim fica mais facril !
  • dacioterça-feira | 27/05/2014 06:21Hs
    Parabens pela exposição didatica
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de biologia
CURSO DE BIOLOGIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de italiano
CURSO DE ITALIANO
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
CURSO DE MATEMÁTICA
CURSO DE MATEMÁTICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação