Topo
pesquisar

Voleibol de Praia

Educação Física

PUBLICIDADE

O voleibol de praia é um esporte diretamente derivado do voleibol de quadra, cuja estrutura do esporte é a mesma do voleibol tradicional: uma quadra dividida em duas partes por uma rede. As duas grandes diferenças é que o voleibol de praia é jogado em solo de areia, e sua equipe pode ser formada por dois a quatro jogadores. Vale a observação de que no voleibol de quadra são dispostos seis jogadores em cada lado da quadra.

A origem do voleibol de praia é bastante difusa. Aponta-se para jogos que eram feitos na praia de Santa Mônica – praia nos EUA -, na década de 20, como prática de lazer entre os moradores locais. Sua chegada ao continente europeu teria se dado em meados da década de 30. No Brasil, há relatos de partidas em praias do Rio de Janeiro na década de 1950. A primeira tentativa de torneio amador se deu nos Estados Unidos, na década de 1940. Já os torneios profissionais surgiram com força em 1970, no mesmo local.

Em 1986, na praia de Copacabana (RJ) e em Santos (SP), foram reunidos os grandes nomes do voleibol mundial da época. As partidas realizadas chamaram a atenção da mídia e do grande público para o esporte. A partir de então, competições oficiais passaram a ser organizadas no Brasil e no mundo. No entanto, o voleibol de praia apenas passou a integrar o quadro olímpico em 1992, nos Jogos de Barcelona, como esporte de demonstração. Como esporte de competição, a estreia do vôlei de praia ocorreu nos jogos olímpicos de Atlanta, em 1996.

A estrutura para a prática do vôlei de praia inclui uma quadra de areia com dimensões de dezesseis metros de comprimento por oito metros de largura. A bola utilizada deve ter massa entre 260 e 280 gramas, com circunferência entre 66 e 68 centímetros e ter cores brilhantes (rosa, amarelo, branco ou laranja). A rede que divide a quadra é presa a dois postes laterais, com altura de 2,55 metros, fixados a uma distância de 0,7 a 1 metro de distância da quadra. As dimensões da rede são de 8,5 metros de comprimento por 1 metro de largura.

Em competições oficiais, regulamentadas pela Federação Internacional de Voleibol, são permitidas apenas equipes formadas por dois jogadores, que devem estar previamente inscritos na súmula. Uma curiosidade é que em torneios internacionais não se permite a permanência do treinador próximo à quadra.

Os uniformes para as competições são calção de banho, para homens, e sunquíni, para mulheres. O uso de camisa é opcional, a não ser que haja alguma regra específica da competição. Os números de identificação dos jogadores devem ser obrigatoriamente 1 e 2.

As regras oficiais de jogo são:

  • Cada set é constituído de 21 pontos corridos, em competições vinculadas à Federação Internacional de Voleibol. Já em competições nacionais, os sets são de 18 pontos cada. Um set só é finalizado quando há diferença mínima de dois pontos entre as equipes;
  • Caso algum jogador se machuque durante a partida, é permitida a paralisação do jogo em cinco minutos. Caso o atleta não se recupere nesse tempo, essa equipe é dada como derrotada, já que não existe a possibilidade de substituição nesse esporte;
  • É permitido apenas um tempo, por set, para cada equipe. Cada tempo tem a duração de trinta segundos;
  • Durante o primeiro contato visando à defesa, é permitido que a bola encoste em qualquer lugar do corpo do atleta;
  • Não existe uma área limitada para o saque: ele pode ser executado em qualquer ponto do fundo da quadra. O que não se permite é que a dupla do sacador se posicione de modo a esconder o movimento de saque de seu companheiro.

Para saber mais:
Confederação Brasileira de Voleibol: www.cbv.com.br

Por Paula Rondinelli
Colaboradora Brasil Escola
Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Doutoranda em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo - USP

Esportes - Educação Física - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RONDINELLI, Paula. "Voleibol de Praia"; Brasil Escola. Disponível em <http://www.brasilescola.com/educacao-fisica/voleibol-de-praia.htm>. Acesso em 01 de novembro de 2015.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Carlos Eduardo Souza Da Silvaterça-feira | 07/10/2014 19:16Hs
    Arrazo amei copiei tudo Para o Trabalho de Educação Física Acho não tenho sertesa vou tirar 10
  • nil machadoquinta-feira | 20/03/2014 18:02Hs
    otimo valeu a pena
  • Bárbaraquarta-feira | 19/03/2014 20:15Hs
    Gostei... Bom, pelo menos me ajudou a fazer um trabalho de Ed. Física, valeu pelas informações !!
  • amandaquarta-feira | 20/11/2013 16:12Hs
    otimo texto muito bom
Voleibol - O resultado da mescla do tênis com o basquete
Educação Física Voleibol
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos sobre geografia infantil
GEOGRAFIA INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
CURSO DE FRANCÊS
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PREPARATÓRIO PARA O ENEM
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação