Topo
pesquisar

Doença Celíaca

Doenças e patologias

A doença celíaca é causada pela intolerância ao glúten, proteína encontrada em alimentos como trigo, cevada, centeio, aveia e malte.
PUBLICIDADE

O glúten é uma proteína presente no trigo, cevada, centeio, aveia e malte, cereais muito utilizados na composição de alimentos, medicamentos, bebidas industrializadas, cosméticos, entre outros."O glúten é usado para dar consistência, elasticidade e leveza à massa dos alimentos (em geral, bolos, bolachas, pães e pizzas). Mas confere pouco ganho proteico à dieta", explica a nutróloga Paula Cabral, da clínica Hagla, do Rio de Janeiro.

Também conhecida como Espru Celíaco, Enteropatia glúten-sensível, Enteropatia Glúten-Induzida, Espru Não Tropical e alergia à farinha, a doença celíaca é uma doença autoimune causada pela intolerância ao glúten. As pessoas portadoras dessa doença não podem ingerir alimentos que contêm glúten, pois este agride e danifica as vilosidades do intestino, prejudicando a absorção dos alimentos.

A doença celíaca pode se manifestar em qualquer idade, sendo que na criança pode se manifestar logo após o início da introdução de cereais com glúten em sua alimentação.

Nas figuras 1 e 2 podemos observar a imagem do intestino de uma pessoa normal, enquanto que nas figuras 3 e 4 observamos a imagem do intestino de uma pessoa com doença celíaca
Nas figuras 1 e 2 podemos observar a imagem do intestino de uma pessoa normal, enquanto que nas figuras 3 e 4 observamos a imagem do intestino de uma pessoa com doença celíaca

Em algumas pessoas, a doença celíaca pode ser assintomática, mas em outros casos o portador pode apresentar alguns dos sintomas abaixo:

*        Diarreia com fezes fétidas, claras, volumosas, com ou sem gotas de gorduraou prisão de ventre;
*        Vômito;
*        Perda de peso com facilidade;
*        Ganho de peso com dificuldade;
*        Inchaço nas pernas;
*        Anemia;
*        Alterações na pele;
*        Fraqueza nas unhas;
*        Queda de pelo;
*        Diminuição da fertilidade;
*        Alterações no ciclo menstrual;
*        Retardo do crescimento em crianças;
*        Sinais de desnutrição;
*        Flatulência;
*        Dermatite herpetiforme (pequenas feridas ou bolhas na pele, que coçam);
*        Irritabilidade;
*        Distensão abdominal (barriga inchada);
*        Dor abdominal;
*        Osteoporose.

A dermatite herpetiforme é uma variante da doença celíaca
A dermatite herpetiforme é uma variante da doença celíaca

As pessoas que têm maior chance de apresentar a doença celíaca são aquelas que apresentam diabete do tipo 1, doença autoimune da tireoide, síndrome de Turner, síndrome de Williams, ou quando há casos na família.

Em razão dos seus inúmeros sintomas, a doença celíaca pode levar anos para ser diagnosticada. Esse diagnóstico pode ser feito através de exames de fezes, exames de imagem e exames sorológicos. Mas os exames mais confiáveis são os que detectam os níveis do anticorpo antitransglutaminase e do anticorpo antiendomísio. A endoscopia com biópsia para retirada de amostras de tecido do intestino delgado também é muito utilizada para a confirmação da doença.

O tratamento da doença celíaca consiste em evitar, pelo resto da vida, a ingestão de alimentos que contêm glúten, tais como trigo, aveia, centeio, cevada e malte, pães, cereais, bolos, pizzas, biscoitos, bolachas, macarrão, cerveja, entre tantos outros produtos. Após 1 ou 2 semanas do início da dieta, os sintomas desaparecem na maioria das pessoas. Geralmente de 6 a 12 meses depois, as paredes do intestino se recuperam totalmente. Nas crianças, o crescimento volta ao normal. Como essa doença não tem cura, o tratamento deve ser seguido pelo resto da vida.

Muitas pessoas que apresentam essa doença têm que criar alternativas para substituir a farinha proibida por outros alimentos. Com criatividade é possível substituí-la por fécula de batata, farinha de milho, amido de milho, polvilho doce ou azedo, farinha ou creme de arroz,  farinha de araruta, fubá, etc.

Os alimentos que uma pessoa portadora de doença celíaca pode consumir são arroz, milho, mandioca, fubá, féculas, óleos, margarinas, todo e qualquer tipo de fruta, leite, manteiga, queijos e derivados (quando o celíaco não apresentar diabetes), folhas, cenoura, tomate, vagem, feijão, soja, grão-de-bico, ervilha, lentilha, cará, inhame, batata, mandioca, carne de aves, suínos, bovinos, caprinos, miúdos, peixes e frutos do mar.

É muito importante que as pessoas portadoras de doença celíaca leiam bem os rótulos dos produtos que irão consumir, já que a lei federal nº 10.674, de 2003, obriga todas as indústrias alimentícias a informar em seus rótulos se o produto “CONTÉM GLÚTEN” ou “NÃO CONTÉM GLÚTEN”.


Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Doença Celíaca"; Brasil Escola. Disponível em <http://www.brasilescola.com/doencas/doenca-celiaca.htm>. Acesso em 30 de agosto de 2015.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Eliane Azevedoquarta-feira | 26/11/2014 14:50Hs
    Achei bom o texto. Passou boa informação.Parabéns
  • tayna elena terça-feira | 25/11/2014 23:41Hs
    eu quero saber dos alimentos que a pessoa portadora da doença não pode comer não oque ela pode
  • Lourdes Roberttiquarta-feira | 10/09/2014 10:23Hs
    Ótimo texto!! Gostei!!
  • Rejane Terezinha Rothquarta-feira | 23/07/2014 15:09Hs
    É interessante saber sobre tais questões que sempre nos são explicadas, obrigada.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação