Topo
pesquisar

Discalculia, sintomas, causas e tratamento

Doenças e patologias

Segundo a Associação Americana de Psiquiatria, a discalculia é uma dificuldade de aprendizagem relacionada à matemática.
PUBLICIDADE

A discalculia é um problema causado por má formação neurológica que se manifesta como uma dificuldade no aprendizado dos números. Essa dificuldade de aprendizagem não é causada por deficiência mental, má escolarização, déficits visuais ou auditivos, e não tem nenhuma ligação com níveis de QI e inteligência.

Crianças portadoras de discalculia são incapazes de identificar sinais matemáticos, montar operações, classificar números, entender princípios de medida, seguir sequências, compreender conceitos matemáticos, relacionar o valor de moedas entre outros.

Ladislav Kosc descreveu seis tipos de discalculia: a discalculia léxica, discalculia verbal, discalculia gráfica, discalculia operacional, discalculia practognóstica e discalculia ideognóstica.

  • Discalculia léxica: dificuldade na leitura de símbolos matemáticos;
  • Discalculia verbal: dificuldades em nomear quantidades matemáticas, números, termos e símbolos;
  • Discalculia gráfica: dificuldade na escrita de símbolos matemáticos;
  • Discalculia operacional: dificuldade na execução de operações e cálculos numéricos;
  • Discalculia practognóstica: dificuldade na enumeração, manipulação e comparação de objetos reais ou em imagens;
  • Discalculia ideognóstica: dificuldades nas operações mentais e no entendimento de conceitos matemáticos.

Para que o professor consiga detectar a discalculia em seu aluno é imprescindível que ele esteja atento à trajetória da aprendizagem desse aluno, principalmente quando ele apresentar símbolos matemáticos malformados, demonstrar incapacidade de operar com quantidades numéricas, não reconhecer os sinais das operações, apresentar dificuldades na leitura de números e não conseguir localizar espacialmente a multiplicação e a divisão. Caso o transtorno não seja reconhecido a tempo, pode comprometer o desenvolvimento escolar da criança, que com medo de enfrentar novas experiências de aprendizagem adota comportamentos inadequados, tornando-se agressiva, apática ou desinteressada.

O psicopedagogo é o profissional indicado no tratamento da discalculia, que é feito em parceria com a escola onde a criança estuda. Geralmente os professores desenvolvem atividades específicas com esse aluno, sem isolá-lo do restante da turma.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Cleria Costa Alvessegunda-feira | 15/06/2015 15:30Hs
    abandonei a escola porque tinha vergonha por não conseguir montar operações e não conseguir aprender as formulas, eu aprendia rápido mas dois ou três dias depois esquecia tudo de novo. sou ótima em outras matérias, só tenho dificuldade com matemática.
  • Ana Cecília Barbosa de Albuquerquequarta-feira | 13/05/2015 19:19Hs
    tenho 14 anos e estou no 9° hoje na escola eu meio que penso no numero mais na hora eu escrevo errado , minha professora disse que eu estava com descalculia eu achei estranho pois sempre fui boa em matemática mais agora estou tendo um pouco de dificuldade em álgebra e na geometria , ela disse que se assustou com minhas provas pois tipo o calculo estava correto mas no final eu errava o resultado... eu vou pedir a minha mãe pra procurar um psicopedagogo pois pelo que eu li e reconheci eu estou com Discalculia operacional e Discalculia ideognóstica. (eu acho/ quase certeza)
  • Emanuelle Fernandessegunda-feira | 04/05/2015 22:49Hs
    Tenho quase 15 anos e descobri que tenho discalculia faz muito pouco tempo. Estou no primeiro ano do ensino médio e estou tendo bastante dificuldade com matérias que envolvem cálculos, que no caso, é quase todas. Sempre tive dificuldade em matemática, os professores até que notavam, mas achavam que era falta de atenção ou até preguiça de estudar. Tenho Discalculia operacional e Discalculia ideognóstica.
  • elisexta-feira | 20/03/2015 07:11Hs
    ,O material é muito,pois tirou minhas dúvidas.A primeira vez que ouvi o termo citado foi através de uma amiga ao relatar que a filha parece ter discalculia,isso ocorreu em 2014,isso é uma pena porque só agora ,aos 45 anos descobri que eu talvez tenha,pois sofri muito na minha infância por não compreender operações com divisões.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação