Topo
pesquisar

30 de Janeiro — Dia da Saudade

Datas Comemorativas

O Dia da Saudade é comemorado no Brasil a cada 30 de janeiro. Sentimento que povoa o imaginário de escritores e poetas, já foi cantado em verso e prosa na língua portuguesa.

Saudade

Saudade - O que será... não sei... procurei sabê-lo 
em dicionários antigos e poeirentos 
e noutros livros onde não achei o sentido 
desta doce palavra de perfis ambíguos. 

Dizem que azuis são as montanhas como ela, 
que nela se obscurecem os amores longínquos, 
e um bom e nobre amigo meu (e das estrelas) 
a nomeia num tremor de cabelos e mãos. 

Hoje em Eça de Queiroz sem cuidar a descubro, 
seu segredo se evade, sua doçura me obceca 
como uma mariposa de estranho e fino corpo 
sempre longe - tão longe! - de minhas redes tranquilas. 

Saudade... Oiça, vizinho, sabe o significado 
desta palavra branca que se evade como um peixe? 
Não... e me treme na boca seu tremor delicado... 
Saudade... 

(Pablo Neruda, in "Crepusculário" )

Você sabia que existe o Dia da Saudade? Esse sentimento que todo mundo já experimentou e que poetas e escritores já trataram em verso e prosa recebeu uma data especial no calendário: 30 de janeiro.

Na língua portuguesa, a palavra saudade ganhou uma conotação quase romântica, apesar de sabermos que, às vezes, a sensação não é lá muito agradável, afinal de contas, é desconfortável sentir a falta de algo ou alguém que por algum motivo não pode estar ao nosso lado. Conforme o Dicionário Aurélio, a saudade é

Substantivo feminino: Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las; nostalgia.

Você conhece a origem da palavra saudade? O termo vem do latim solitas, cujo significado é solidão. Existem alguns mitos e curiosidades sobre a palavra saudade, que muitos acreditam ser exclusividade da língua portuguesa, mas não é bem assim. Até seria interessante se fôssemos, de fato, detentores de um vocábulo tão bonito e expressivo, mas a verdade é que ele existe em outros idiomas, embora tenha sido considerado por uma empresa britânica, que ouviu diversos tradutores, a sétima palavra mais difícil de se traduzir. Isso acontece porque muitas palavras, de acordo com o país, cultura e outros fatores, adquirem diferentes significados. Para comprovar isso, a palavra saudade recebe um termo exato em polonês: tesknota. Ela também consta no léxico alemão, sehnsucht, e apresenta praticamente o mesmo valor da nossa saudade.

Fragmento de uma crônica de Clarice Lispector publicada no Jornal do Brasil em 1968 *
Fragmento de uma crônica de Clarice Lispector publicada no Jornal do Brasil em 1968 *

Para celebrar o dia 30 de janeiro, Dia da Saudade, selecionamos poemas e canções que, através das palavras, decifram esse sentimento que todo mundo já vivenciou um dia. Boa leitura!

Saudade

Se queres compreender
O que é saudade
Terás que antes de tudo conhecer
Sentir o que é querer e o que é ternura
E ter por bem um grande amor viver
Então compreenderás
O que é saudade
Depois de ter vivido um grande amor

Saudade é solidão, melancolia,
É nostalgia, é recordar, viver

Se queres compreender
O que é saudade.

(Mario Palmeiro e Renato Teixeira)

Saudade

Na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.


Via você no ontem, no hoje, no amanhã...
Mas não via você no momento. 

Que saudade...


(Mario Quintana)

Saudade

Eu amo tudo o que foi

Tudo o que já não é

A dor que já não me dói

A antiga e errônea fé

O ontem que a dor deixou

O que deixou alegria

Só porque foi e voou

E hoje é já outro dia.

(Fernando Pessoa)

Saudade

Saudade a lua brilha na lagoa 
Saudade a luz que sobra da pessoa 
Saudade igual farol engana o mar 
Imita o sol 
Saudade sal e dor que o vento traz 
Saudade o som do tempo que ressoa 
Saudade o céu cinzento a garôa 
Saudade desigual 
Nunca termina no final 
Saudade eterno filme em cartaz 
A casa da saudade é o vazio 
O acaso da saudade fogo frio 
Quem foge da saudade 
Preso por um fio 
Se afoga em outras águas 
Mas do mesmo rio. 

(Chico César e Paulinho Moska)

*A imagem de Clarice Lispector foi feita a partir da capa do livro de imagens da autora, intitulado Aprendendo a viver, da Editora Rocco.


Por Luana Castro
Graduada em Letras

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • libny oliveirasábado | 28/02/2015 21:34Hs
    eu gosto muito
  • Irene Santossexta-feira | 30/01/2015 19:22Hs
    Saudade.... Muitas.....
O importante da data é comemorar com muito romantismo
Datas Comemorativas Dia dos Namorados
Crisântemos e velas – símbolos do dia de finados
Datas Comemorativas Dia de Finados
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos da português infantil.
CURSO DE PORTUGUÊS INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre a reforma ortográfica.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos de inglês para crianças.
CURSO DE INGLÊS INFANTIL
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação