Topo
pesquisar

4º mês de gestação

Biologia

No quarto mês de gestação (13ª à 16ª semana lunar) surge uma camada de tecido gorduroso abaixo da pele do bebê, e é também nessa época que ocorre a sua ossificação.
PUBLICIDADE

Uma vez que temos meses com 28, 30 e 31 dias, alguns médicos costumam sugerir que os cálculos relativos ao tempo de gravidez de uma mulher sejam feitos de acordo com o calendário lunar. Isso significa, basicamente, considerar o seguinte:

- 1 semana lunar = 7 dias
- 1 mês lunar = 4 semanas de 7 dias = 28 dias

Como o período compreendido entre o início da gestação e o dia do parto tem cerca de 280 dias, podemos perceber que esse valor corresponde a 40 semanas. Uma vez que um mês lunar tem 4 semanas, 40 semanas de gravidez correspondem a 10 meses lunares.

Agora que você já compreendeu essas contas, vamos seguir adiante, falando sobre o quarto mês de gestação. Nesse período, compreendido entre a 13ª semana lunar e a 16ª, o corpo do feto está completamente formado, e cada vez mais proporcional. Além disso, seus olhos e orelhas assumem posições definitivas.

Seu comprimento, na 13ª semana, é de aproximadamente 73 milímetros e o peso, 20 gramas. Ao fim da 16ª, ele terá mais ou menos 115 milímetros e 85 gramas.

As pálpebras estão significantemente desenvolvidas, assim como o pescoço, as cordas vocais, a laringe, o esqueleto e muitos dos seus órgãos internos. Ele já é capaz de fechar as mãos e, surpreendentemente, seus dedos já apresentam as impressões digitais. Surge o lanugo (uma espécie de penugem que protege o corpo), assim como as sobrancelhas e cabelo. As bochechas e a ponta do nariz também começam a aparecer.

Os órgãos genitais ficam evidentes, fazendo com que seja possível a identificação do sexo da criança. Ela também passa a controlar muitos de seus músculos voluntários, iniciando seus primeiros movimentos. Graças aos músculos involuntários, pode também soluçar. Nestas semanas, também, o bebê apresenta diversas expressões faciais; e está mais receptivo a estímulos luminosos, sonoros, etc.

Quanto à mãe, aparecem alguns grânulos nos mamilos, mais especificamente na auréola, denominados tubérculos de Montgomeri. Eles (mamilos) se apresentam mais escurecidos; e as mamas, consideravelmente maiores. É nesse período que o colostro, substância rica em nutrientes e anticorpos, costuma ser formado.

No que diz respeito ao tamanho da barriga, ele é variável. Pode ser que ela já esteja acentuada, ou não. No entanto, nessas semanas, ela costuma crescer com maior rapidez e, por esse motivo, o abdome pode ficar dolorido.

A mulher engorda um pouco mais. Em contrapartida, sua irritabilidade diminui, assim como os enjoos; e a libido tende a retornar. Os músculos e as articulações ficam mais relaxados, graças à ação de um hormônio de nome sugestivo: a relaxina.

Corrimentos (leucorreia) são comuns, mas precisam ser analisados pelo ginecologista. Outros sintomas que podem incomodar são: salivação excessiva, aceleramento cardíaco, coceira na pele, congestão nasal e, em alguns casos, sangramento do nariz. Todos eles são perfeitamente normais.


Alimentação da gestante:

Nessa fase, graças ao processo de desenvolvimento do esqueleto do bebê, a demanda por cálcio é significativa. Assim, a gestante não deve se esquecer de alimentos como o leite e seus derivados, espinafre, brócolis, couve, agrião, amêndoas, gergelim e aveia.

Como a criança também cresce bastante nessa época, uma dieta equilibrada se faz ainda mais importante; assim como a ingestão de água e outros líquidos.


Importante:

Como a barriga tende a aumentar bastante, talvez dormir se torne uma missão quase impossível. No entanto, algumas medidas, como dormir de lado (preferencialmente sob o lado esquerdo do corpo) ou se rodear de travesseiros, podem ser alternativas que ajudem nesse sentido.

O estiramento da pele, em razão do aumento das medidas, pode propiciar o surgimento de estrias. Assim, para evitá-las, é importante hidratar bem as regiões mais suscetíveis a esse problema, como quadris, barriga e mamas. Quanto a esta última parte do corpo, como cresce muito nessa fase, o uso de sutiãs firmes e confortáveis é recomendado.

As varizes também podem surgir. Assim, usar meias elásticas, evitar salto alto e calças apertadas, descansar as pernas vez ou outra, e praticar exercícios leves; são boas medidas preventivas.

Além disso, caso ande de carro, a gestante não pode se descuidar do cinto de segurança. Para tal, ele deve ser colocado tal como mostra a figura:


Quarto mês de gestação: como colocar o cinto de segurança.
Quarto mês de gestação: como colocar o cinto de segurança.


Vale lembrar que fazer sexo durante a gravidez geralmente não é contraindicado.



Veja mais!
Terceiro mês de gestação
Quinto mês de gestação



Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "4º mês de gestação"; Brasil Escola. Disponível em <http://www.brasilescola.com/biologia/quarto-mes-gestacao.htm>. Acesso em 01 de novembro de 2015.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • patricia lopezsexta-feira | 27/02/2015 10:07Hs
    muito bem explicado.obrigada!
  • maria cristina quinta-feira | 19/02/2015 17:12Hs
    eu gostei do texto completo ótimo
  • alanaquarta-feira | 11/02/2015 11:09Hs
    otimo, tirou todas as minhas duvidas.
  • alanaquarta-feira | 11/02/2015 11:00Hs
    muito bom, tirou minhas duvidas.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos sobre geografia infantil
GEOGRAFIA INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
CURSO DE FRANCÊS
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PREPARATÓRIO PARA O ENEM
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação