Topo
pesquisar

Hormônios e o ciclo menstrual

Biologia

O ciclo menstrual ou ciclo reprodutor feminino é um processo pelo qual o corpo da mulher se prepara para uma possível gravidez.
PUBLICIDADE

No sistema genital feminino, os ovários são estimulados por um hormônio produzido pela placenta, chamado de gonadotrofina coriônica humana (HCG), e começam a funcionar ainda na fase embrionária. O HCG é um hormônio muito semelhante ao hormônio luteinizante (LH). Ao nascer, uma mulher possui aproximadamente um milhão de folículos primários, também chamados de primordiais, em cada ovário. A maioria desses folículos se degenera e a mulher chega à puberdade com cerca de 400 mil folículos em cada ovário.

É na puberdade que a menina começa a produzir os principais hormônios sexuais femininos, que são o estrógeno e a progesterona. O estrógeno é produzido nas células do folículo ovariano em desenvolvimento, e ele é o responsável pelo aparecimento das características sexuais secundárias na mulher, como aparecimento das mamas, alargamento dos quadris, distribuição de pelos pelo corpo, etc. O estrógeno também induz o amadurecimento dos órgãos genitais, além de promover o impulso sexual. A progesterona é outro hormônio sexual feminino que é produzido principalmente pelo corpo amarelo, também chamado de corpo lúteo do ovário. Esse hormônio estimula o desenvolvimento dos vasos sanguíneos e das glândulas do endométrio, tornando-o espesso e preparando o útero para receber o embrião.

A partir do momento que a menina começa a produzir esses hormônios sexuais, uma vez por mês ela irá ovular, dando início ao seu ciclo menstrual, que ocorrerá a cada 28 dias aproximadamente. O ovário, no momento da ovulação, lança um ovócito secundário ao mesmo tempo em que o útero se prepara para receber o embrião. Caso ocorra a fecundação do ovócito secundário, o embrião se implantará no útero e se desenvolverá, caso contrário, ele se degenera e é eliminado juntamente com a parede interna do útero, em um processo chamado de menstruação. Todos esses processos que ocorrem tanto no útero quanto no ovário são controlados pelos hormônios FSH (hormônio folículo-estimulante) e LH (hormônio luteinizante). A menstruação ocorre quando as taxas de todos os hormônios ficam muito baixas no sangue da mulher, e marca o início de um ciclo menstrual.

Para fins didáticos, iremos dividir o ciclo menstrual em três fases, a fase proliferativa, a fase de secreção e a fase menstrual.

Na fase proliferativa, também chamada de fase folicular, o folículo cresce e se prepara para a ovulação. Esse crescimento é estimulado pelo hormônio FSH, e à medida que o folículo cresce, começa a produzir estrógenos, um grupo de hormônios que estimulam o desenvolvimento do endométrio. Nesse processo, vários folículos são estimulados, mas apenas um deles termina o crescimento, acumulando líquido em seu interior e transformando-se em folículo maduro ou folículo de Graaf. Ao atingir um determinado nível no sangue, o estrógeno começa a estimular a hipófise a liberar grandes quantidades de LH e FSH, que irão induzir a ovulação, que geralmente ocorre no décimo quarto dia após o início do ciclo menstrual.

Na fase secretória, também conhecida como fase lútea, o LH estimula as células do folículo ovariano rompido a se transformarem em corpo amarelo, também chamado de corpo lúteo. É no corpo lúteo que ocorrerá aprodução de estrógeno e progesterona.

Caso não ocorra a fecundação do ovócito secundário, ocorrerá a fase menstrual. Nessa fase, o corpo lúteo se degenera, parando de produzir progesterona e estrógeno. A queda na produção desses hormônios faz com que o útero sofra descamação, ocorrendo a menstruação, que pode durar de três a sete dias, dependendo da mulher e de suas condições fisiológicas. Essa queda nas taxas de progesterona e estrógeno faz com que a hipófise volte a produzir FSH, reiniciando um novo ciclo menstrual.

A primeira menstruação ocorre na puberdade e a chamamos de menarca. Após os 50 anos de idade a produção de hormônios sexuais femininos declina, a ovulação e os ciclos menstruais se tornam irregulares até cessarem completamente. Nessa fase, conhecida como menopausa, não há mais atividade reprodutiva no corpo da mulher.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Yuri dos santosquarta-feira | 17/09/2014 11:20Hs
    muito bom esse texto vai me ajudar muito para a prova de hoje a noite de saúde da mulher!
  • Aldenirsábado | 16/08/2014 21:54Hs
    Muito bom!
  • EDNEIA APARECIDA SOARESsegunda-feira | 14/07/2014 11:54Hs
    Ótimo texto...muito claro...
  • Kalinesegunda-feira | 24/02/2014 21:11Hs
    ótimo texto !!Muito bem elaborado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos de ciências para crianças.
NOÇÕES DA REFORMA ORTOGRÁFICA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre redação
CURSO DE REDAÇÃO
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
CURSO DE HISTÓRIA
CURSO DE HISTÓRIA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre o ENEM.
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação