Topo
pesquisar

Classificação dos tecidos epiteliais

Biologia

Para realizar a classificação dos tecidos epiteliais, normalmente é utilizado como base o número de camadas de células e sua forma.
PUBLICIDADE

Os seres humanos, assim como outros animais, são formados por quatro grupos básicos de tecidos: o epitelial, o conjuntivo, o muscular e o nervoso. O tecido epitelial, também chamado de epitélio, é constituído por células justapostas com pouca quantidade de substância extracelular.

Os tecidos epiteliais possuem principalmente duas funções: revestir e secretar. Os epitélios de revestimento formam uma cobertura nas superfícies e nas cavidades do corpo que impede a perda excessiva de água e a entrada de organismos patogênicos. Além disso, eles também permitem a troca de substâncias e a absorção de nutrientes, entre várias outras funções. Já os tecidos epiteliais com a função de secreção são chamados de glandulares e exercem importantes papeis no nosso organismo, tais como controle da temperatura e controle do crescimento e desenvolvimento.

As células dos tecidos epiteliais de revestimento apresentam diferentes formatos e características, sendo esses fatores usados para a sua classificação. Dentre os principais critérios utilizados para classificar os epitélios, destacam-se o número de camadas e as formas da célula.

Segundo o número de camadas, os epitélios podem ser classificados em:

Simples: Apresentam apenas uma camada de células.

Estratificados: Possuem mais de uma camada de células.

Pseudoestratificados: Tecido formado apenas por uma camada de células, entretanto, a posição variada dos núcleos promove a falsa sensação de que ele apresenta várias camadas. Apesar de todas as células estarem apoiadas na lâmina basal, elas diferenciam-se em altura e, portanto, nem todas chegam à superfície do tecido.

O tecido pseudoestratificado apresenta apenas uma camada de células
O tecido pseudoestratificado apresenta apenas uma camada de células

Levando em consideração a forma das células, o epitélio pode ser classificado em:

Pavimentoso: Células com formato achatado que muitas vezes lembram azulejos. Os epitélios pavimentosos, que podem ser simples ou estratificados, podem ser encontrados revestindo vasos sanguíneos e formando a epiderme, por exemplo (Leia mais sobre a pele);

Cúbico: Células de formato cúbico. Os epitélios cúbicos podem ser simples ou estratificados e podem ser observados no ovário e folículos ovarianos, por exemplo.

Prismático, colunar ou cilíndrico: Células alongadas e retangulares. Os epitélios prismáticos podem ser simples ou estratificados e podem ser encontrados revestindo a traqueia e a cavidade nasal, por exemplo.

Transição: Tipo de tecido estratificado com células superficiais de formato globoso que mudam de acordo com o grau de distensão do tecido. Esse tipo de epitélio é encontrado na bexiga.

O tecido acima é estratificado — apresenta mais de uma camada de células — e pavimentoso
O tecido acima é estratificado — apresenta mais de uma camada de células — e pavimentoso

O tipo de epitélio encontrado em cada órgão está diretamente relacionado com a função daquela determinada estrutura. Os epitélios pavimentosos simples, por exemplo, são encontrados em locais onde a troca de substâncias deve ocorrer facilmente. Já os estratificados pavimentosos, por exemplo, dificultam a troca de substâncias e estão mais relacionados com a proteção.

Aprenda mais sobre tecidos na seção Histologia!


Por Ma. Vanessa dos Santos

DEIXE SEU COMENTÁRIO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
MOTIVAÇÃO A LEITURA E A ESCRITA
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PORTUGUÊS PARA O ENEM
PORTUGUÊS PARA O ENEM
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
Conteúdos exclusivos sobre química
CURSO DE QUÍMICA
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação