Topo
pesquisar

Bicho-Preguiça (Ordem Pilosa)

Animais

PUBLICIDADE

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Pilosa

Os bichos-preguiça são animais encontrados somente nas Américas, divididos em duas famílias: a Bradypodidae, que contém preguiças-de-três-dedos; e a Megalonychidae, com dois dedos. Ao todo, são seis espécies, cinco encontradas no Brasil.

São animais noturnos, de porte médio, apresentando em torno de oito quilos de massa e corpo com aproximados sessenta centímetros. Assim, ele é curto, tal como a cabeça e cauda, mas seus membros são compridos. Graças às oito ou nove vértebras cervicais que possuem, podem girar a cabeça em 270 graus, sem movimentar o restante do corpo.

A coloração varia entre o cinza e o marrom, com presença ou não de manchas, que podem ser claras ou escuras. Em seus pelos podem ser encontradas algas verdes e cianofíceas, que ajudam na sua camuflagem, e também servem de alimento para lagartas de algumas espécies de mariposas que vivem associadas às preguiças.

Graças às suas longas garras, vivem penduradas na vegetação, geralmente em copas de árvores, alimentando-se de folhas, frutos e brotos, novos, de espécies como embaúbas (Gênero Cecropia), ingazeiras (Gênero Inga) e figueiras (Gênero Ficus); encontradas em seu território. A reprodução também ocorre nas copas das árvores, dando origem a um único filhote, que poderá viver em torno de trinta e cinco anos. A água que o organismo das preguiças precisa é retirada de seus alimentos e do orvalho contido ali, uma vez que tais animais não ingerem essa substância.

Os bichos-preguiça não costumam utilizar suas garras para outros fins, uma vez que são animais pouco ágeis e muito lentos; características estas que, juntamente com o hábito de dormirem aproximadamente 14 horas por dia, lhes rendeu este nome. Assim, recorrem à camuflagem para não serem percebidos por seus principais predadores: onças, algumas serpentes e o gavião-real. Como os filhotes são carregados pelas mães, em suas costas, durante aproximadamente os seus nove primeiros meses de vida, tal comportamento confere proteção adicional a estes indivíduos, mais vulneráveis.

No entanto, o que fornece risco real para o declínio de populações de bichos-preguiça são as intervenções humanas, principalmente a destruição de habitats, a caça, e a captura para o comércio clandestino. Graças a tais fatores, existe uma espécie de preguiça ameaçada de extinção e outra criticamente ameaçada.

Abaixo, as espécies de preguiça, localização geográfica e status de conservação, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN):
 

FAMÍLIA BRADYPODIDAE (preguiças-de-três-dedos):

Preguiça-comum (Bradypus variegatus).
Distribuição: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Venezuela.
Status de conservação: risco mínimo.


Preguiça-de-bentinho (Bradypus tridactylus)
Distribuição: Brasil, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Suriname e Venezuela.
Status de conservação: risco mínimo.


Preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus)
Distribuição: Brasil
Status de conservação: em perigo


Preguiça-anã (Bradypus pygmaeus)
Distribuição: Panamá
Status de conservação: criticamente em perigo.


FAMÍLIA MEGALONYCHIDAE (preguiças-de-dois-dedos).

Preguiça-real (Choloepus hoffmanni)
Distribuição: Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Honduras, Nicarágua, Panamá, Peru e Venezuela.
Status de conservação: risco mínimo.

Preguiça-de-dois-dedos (Choloepus didactylus)
Distribuição: Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Peru; Suriname e Venezuela.
Status de conservação: risco mínimo.


CURIOSIDADES:

Preguiças possuem o metabolismo lento e, por isso, são animais pouco ágeis, em relação a muitos outros;

Quando o tempo esfria, as preguiças entram em estado de letargia;

Preguiças dormem penduradas nos galhos, pelos quatro pés, com costas voltadas para o chão.

Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Bicho-Preguiça (Ordem Pilosa)"; Brasil Escola. Disponível em <http://www.brasilescola.com/animais/bicho-preguica.htm>. Acesso em 03 de novembro de 2015.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • maria sabrinapereira menezesquarta-feira | 26/02/2014 10:55Hs
    achei o texto otimo muito bom tudo que eu queriasaber fiquei sabendo atravez deste texto parabens quem colocou isso na web bjs
  • blablablasábado | 01/05/2010 16:43Hs
    eu pensei que preguilças nao reproduziam
  • jackelinequinta-feira | 30/07/2009 09:43Hs
    essa pesquisa me ajudou muito no meu trabalho da ecola tirei nota 10 obrigado!!!!!
  • Patriciaterça-feira | 07/10/2008 20:06Hs
    Gostei muito dessa pesquisa pois apesar de curta da pra se tirar um proveito muito bom dela principalmente em pesquisas escolares como a minha portanto essa pesquisa estava resumidamente mais com topicos muito importantes. OBRIGADO!!!!
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cursos Brasil Escola + DE 1000 OPÇÕES >> INVISTA EM SUA CARREIRA! <<
Conteúdos exclusivos sobre geografia infantil
GEOGRAFIA INFANTIL
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
AULAS AO VIVO DO ENEM
AULAS AO VIVO DO ENEM
12x R$ 20,83

sem juros

COMPRAR
Motivação a Leitura e a Escrita
CURSO DE FRANCÊS
12x R$ 6,66

sem juros

COMPRAR
PREPARATÓRIO PARA O ENEM
PREPARATÓRIO ENEM 2015
12x R$ 10,83

sem juros

COMPRAR
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
R7 Educação